Jornal Opinião é o preferido do goianesiense

O Jornal Opinião é o mais lembrado pelo goianesiense. Pesquisa realizada entre os dias 26 de julho e 02 de agosto deste ano pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Goianésia (CDL), revelou que 39 % da população escolheram o Opinião na categoria Meios de Comunicação (Jornais).

A pesquisa resultou no Prêmio Mérito Lojista, realizado na noite de sexta, 26, no Salão de Festas Otávio Lage.

O jornalista e fundador do Opinião, Orcedino Wenceslau disse que a credibilidade do jornal é fruto de um trabalho sério e dedicado nos 32 anos de existência. "A nossa família é apaixonada pela arte de informar. Fazemos jornal de verdade, com circulação real, preocupado com o nosso conteúdo e de uma forma que todos possam buscar uma informação relevante, seja no jornal impresso, seja no nosso portal de notícias na internet".

0
0
0
s2sdefault

Presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Goiás é exonerado do Estado

Goiânia - Um dia após a retomada da greve dos Policiais Civis, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol), Silveira Alves, foi demitido do Estado nesta segunda-feira (22/10).

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO) informou que a demissão foi por justa causa, porque o agente não formalizou a licença necessária para ficar à disposição do Sindicato. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria, o agente se ausentou do trabalho por mais de 120 dias consecutivos, que é o tempo máximo previsto em lei, e foi exonerado por abandono de trabalho.
Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (23/10), o secretário de Segurança Pública, João Furtado Neto, afirmou que a demissão de Silveira está dentro da legalidade. “Prefiro não publicizar o processo que é particular deste servidor público. Se desejar, ele pode usar do seu direito de defesa e é assim que funciona na democracia. Trata-se de um processo do devido cumprimento da lei”, argumentou.
Silveira Alves, foi demitido do Estado nesta segunda-feira (22/10)Silveira Alves, foi demitido do Estado nesta segunda-feira (22/10)
João Furtado negou que a demissão de Silveira tenha o objetivo de desestabilizar o movimento grevista da categoria. “Se fosse um contra ataque, a greve poderia ser interrompida ou prejudicada. Acredito que o Sindicato tem outros dirigentes, representantes e eles poderão continuar negociando”.  

A versão de Silveira é que ele foi absolvido do processo aberto contra ele na Corregedoria da Polícia Civil que alegava que o agente teria abandonado sua função na 5° Delegacia Regional de Luziânia. “Fui absolvido na Corregedoria. Provei a minha inocência. Isso foi decisão política, por motivação do próprio governador em me perseguir e enfraquecer o Sindicato”, protesta Silveira.
Silveira vai entrar com um mandato de segurança na Justiça para se manter no cargo de agente Polícia Civil e como presidente do Sinpol. Ao jornal A Redação, Silveira Alves disse que a demissão foi política e ''uma tentativa fracassada'' de enfraquecer o movimento grevista. Silveira, que é agente da Polícia Civil há 22 anos, está há dez anos na presidência do Sindicato e diz que vai continuar.
Fonte: A Redação
0
0
0
s2sdefault

Goianão 2013: times terão que relacionar pelo menos quatro atletas com até 22 anos de idade

Representantes dos 10 times estiveram presentes na reunião.Representantes dos 10 times estiveram presentes na reunião.

Representantes dos dez clubes participantes do Campeonato Goiano de 2013 se reuniram na terça-feira (23) na sede da Federação Goiana de Futebol, para o Conselho Técnico do torneio, que definiu os detalhes da competição. A fórmula de disputa será repetida pelo quarto ano seguido, com dez clubes jogando entre si em 18 rodadas, os quatro melhores passam para a semifinal, e os dois piores são rebaixados. O campeonato se iniciará no dia 20 de janeiro e terminará no dia 19 de maio.

As novidades não foram muitas, mas uma chamou mais a atenção. Para o próximo Estadual, todos os dez clubes terão que relacionar, em todos os jogos, pelo menos quatro atletas com até 22 anos de idade – nascidos a partir de 1º de janeiro de 1991. Inicialmente, a FGF sugeriu que tal número fosse de cinco atletas, entretanto apenas os dirigentes do Goianésia e Grêmio Anápolis acataram a sugestão.

Itumbiara, Crac e Aparecidense votaram para que apenas três jovens fossem relacionados. Os demais cinco clubes, incluindo os três grandes da capital, votaram para que tal número fosse de quatro atletas, o que foi determinado. Quem descumprir a decisão perderá pontos na disputa. A nova regra foi bem aceitada pelos clubes.

- Isso é importantíssimo, porque você consegue, talvez, ganhar um dinheirinho através de jogadores novos – analisou Roberto Silva, presidente do Crac.

Os representantes de Goiás, Vila Nova e Atlético-GO também gostaram da nova determinação para o Goianão 2013.

- Essa medida é necessária. Os clubes, principalmente os fora do eixo Rio e São Paulo, vão sobreviver se forem clubes formadores – declarou Marcelo Segurado, diretor de futebol esmeraldino.

Marcos Egídio, diretor jurídico do Atlético-GO, entende que ‘quatro jovens é um número interessante’, e a medida vai ajudar ‘na redução de despesas. Marcos Martinez, presidente do Vila Nova, também valorizou a medida.

- A nossa categoria de base sempre foi muito boa, e esse ano valorizamos bem a base. Pra gente vai ser muito bom – analisou.

Tal medida foi adotada na Divisão de Acesso do Campeonato Goiano em 2012, e na Terceira Divisão. Na Segundona, os clubes foram obrigados a relacionar pelo menos nove jogadores com até 22 anos. Na Terceirona, tal número subiu para 14.

Apenas uma vaga para a Série D

O presidente da FGF, André Pitta, revelou que o estado de Goiás terá apenas uma vaga na Série D de 2013. A alteração se deu devido à redução de clubes participantes da Série D em 2013. Em 2012, Aparecidense e Crac disputaram o torneio. Goiás, Atlético-GO, Vila Nova e Crac não disputam a vaga por já estarem nas outras divisões nacionais.

No Conselho Técnico, foi definida também a data limite para inscrição de jogadores para a primeira rodada do Goianão, que será no dia 14 de janeiro. Para o restante do campeonato, jogadores poderão ser inscritos até o dia 22 de março. Os ingressos terão que ter preço único de R$ 15. O clube que desejar fazer promoção deverá realizá-la por no mínimo três jogos e comunicá-la à FGF.

O prazo para que os clubes enviem todos os documentos necessários para regularizar a situação de seus estádios é até o dia 3 de janeiro. A tabela do Goianão 2013 será divulgada até o dia 21 de novembro, data limite estipulada por lei para sua publicação.

 

 

0
0
0
s2sdefault

População destrói casa de suspeito de matar menina em Uruana, Goiás

Moradores de Uruana quebraram casa e colocaram fogo em destroços (Foto: Patrícia Piassa/TV Anhanguera)Moradores de Uruana quebraram casa e colocaram fogo em destroços (Foto: Patrícia Piassa/TV Anhanguera)

Moradores de Uruana, na região central de Goiás, se revoltaram com a confirmação da morte de Gabrielly Caroline Dias Rocha, de 10 anos. Após o corpo da menina ser encontrado, na tarde desta terça-feira (23), a população destruiu a casa do suspeito do crime.

A confusão aconteceu no início da noite. A população quebrou e colocou fogo na residência do homem que está preso e teria confessado o assassinato da criança. Ninguém ficou ferido. De acordo com a polícia, a mulher e a filha do suspeito estão em Goiânia, sob proteção.

Esse foi o segundo episódio de revolta envolvendo o caso. Na noite de domingo (21), uma multidão tentou invadir a delegacia de Uruana, onde o homem estava preso. Por medida de segurança, ele precisou ser transferido para a Delegacia de Homicídios, em Goiânia.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Jaraguá encontrou na tarde desta terça-feira (23) o corpo de Gabrielly que desapareceu na quinta-feira passada (18). Ele foi achado em um canavial em Carmo do Rio Verde, a 200 metros do local onde o suspeito do crime indicou à polícia.

O capitão do Corpo de Bombeiros Thiago Abdala informou que a vítima foi localizada por volta das 17h50, na estrada que liga a subestação de energia de Carmo do Rio Verde a uma usina de álcool. Ele preferiu não dar detalhes do estado como ela foi encontrada. Disse apenas que o corpo não estava enterrado.

Entenda o caso

Gabrielly tinha 10 anos.Gabrielly tinha 10 anos.

Gabrielly estava desaparecida desde a última quinta-feira (18), quando saiu de casa para doar um cachorro. Seu corpo foi achado por uma equipe do Corpo de Bombeiros em um canavial, a 200 metros da mata onde o suspeito havia indicado. A menina estava dentro de um saco de adubo, coberto por uma lona, próximo a uma estrada a 5 quilômetros de Carmo de Rio Verde, cidade vizinha a Uruana.

Segundo informações preliminares da polícia, ela teria sido assassinada com facadas na cabeça. Peritos encontraram sangue na casa do suspeito e vão analisar se o material é de Gabrielly.

A polícia acredita que a criança tenha sido vítima de estupro. De acordo com a delegada-geral da Polícia Civil de Goiás, Adriana Accorsi, o homem já estuprou um garoto de 12 anos. Ela informou que o processo foi finalizado, mas não soube confirmar quando e onde aconteceu o crime.

Suspeito tenta se matar

A Polícia encontrou as sandálias de Gabriely na casa de Carlos José Moreira, pai de uma colega da vítima.A Polícia encontrou as sandálias de Gabriely na casa de Carlos José Moreira, pai de uma colega da vítima.

O suspeito de matar uma menina de 10 anos em Uruana, na região Central de Goiás, foi levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), na tarde desta segunda-feira (22). A criança, Gabrielly Caroline Dias Rocha, está desaparecida desde a última quinta-feira (18) e apesar do homem ter confessado o crime, o corpo da criança ainda não foi encontrado.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito bateu a cabeça na grade da cela da Delegacia de Homicídios da capital, onde está preso, até desmaiar. Socorrido pelo Corpo de Bombeiros, ele foi levado para o Hugo com corte e sangramento. No hospital, ele recebeu atendimento e passou por uma tomografia.

Segundo um funcionário da unidade de saúde, que preferiu não ser identificado, o suspeito não queria ir embora do Hugo. Ele chegou a se jogar da maca e acabou machucando o braço. Como não tinha nenhum ferimento grave, foi liberado e encaminhado novamente à delegacia.

O homem, segundo o funcionário do Hugo, estaria com medo de voltar a Uruana e ser linchado pela população. Após o suspeito confessar o crime, moradores da cidade tentaram invadir a delegacia e ele precisou ser transferido para Goiânia. De acordo com a polícia, ele afirmou em depoimento que o corpo da menina foi abandonado dentro de um saco plástico em uma mata à beira de uma estrada próxima ao município de Carmo do Rio Verde.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera



0
0
0
s2sdefault

Luciano gasta R$ 70 mil para publicar declaração de amor para a mulher

Luciano fez uma homenagem aos 9 anos de casamento com Flávia Camargo.Luciano fez uma homenagem aos 9 anos de casamento com Flávia Camargo.

O cantor goiano Luciano, que faz dupla com o irmão Zezé Di Camargo, resolveu se declarar publicamente para a mulher, Flávia Camargo, no aniversário de 9 anos de casamento, informou a coluna Retratos da Vida, do jornal Extra.

De acordo com a publicação, Luciano pagou um anúncio de página inteira na revista "Contigo!" com uma foto do casal e a declaração: "Fau, o ator de amar é eterno. Há 9 anos o amor está no ar".

O mimo, de acordo com a coluna, não saiu nada barato: Luciano precisou gastar R$ 70 mil pela declaração. Veja o anúncio na revista:

Foto: reproduçãoFoto: reprodução

0
0
0
s2sdefault

Terapia de Vida Passada

Artigo do Grão Mestre Barbosa Nunes, publicado no Jornal Diário da Manhã, dia 20 de outubro de 2012.

Em encontro extremamente gentil, recebi da autora e psicóloga Zadir Campos da Silva, o livro “Terapia de Vida Passada – Como caminho ao autoconhecimento”, Editora Bandeirante, prefaciado por Jacy Luna Braga.


É estudiosa das doutrinas e filosofias do oriente e do ocidente, formada em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás e atua na área de terapia de vida passada há 22 anos. Fez extensão em Gestalt Terapia. É fundadora da Associação Brasileira de Terapia da Vida Passada e Instituto Nacional de Terapia de Vivências Passadas, com dezenas de palestras sobre o tema, tendo integrado a Ordem Rosa Cruz. É irmã de dois notáveis cidadãos da sociedade goiana e da maçonaria brasileira, Zander Campos e Zanderlan Campos. Ela hoje residente e usufrui das águas termais de Caldas Novas.


No prefácio é afirmado que a publicação: “Como caminho ao autoconhecimento contem textos esclarecedores, relatos de pacientes e algumas preces. O trabalho de regressão, dos registros que estavam na memória de alguma situação negativa ocorrida no passado, pela técnica, traz soluções ao que estava obscuro na mente”.


“A missão especial do livro, como caminho ao autoconhecimento, é o de despertar atenção de todos os leitores que buscam conhecimentos, recordando a origem e restaurando o verdadeiro “Eu” pelas revelações, para dar uma nova possibilidade de um mundo melhor e restaurar a energia primordial dentro de cada átomo presente”.


Os textos em grande número, enfocam o assunto, desde o primeiro “A Grande Invocação”, até o último “Rastos Luminosos”, podendo ser destacados “A Conquista da Felicidade”, “Alquimia Interior”, “Importância do Batismo”, “Despertar da Consciência”, “Temperamentos Humanos”, “Certeza da Imortalidade”, “Discernimentos” e outros, dirigidos para valorização do ser humano e a um verdadeiro aprendizado.


Nas superficiais pesquisas que fiz, pois o assunto é de uma profundidade ilimitada e também não tendo formação nesta matéria, encontrei como histórico que o nome “terapia de vidas passadas”, foi definido pelo doutor em psicologia Morris Netherton, em 1967, quando desenvolveu um método próprio de hipnose, designado como “Hipnose Ativa”.


Além de Morris Netherton, são considerados precursores dessa corrente terapêutica, Hans Tendam, Roger Woolger e Edith Fiori, autores considerados referências na área e leitura nos cursos de formação. Esta metodologia é ainda recente em solo brasileiro. Foi introduzida em nosso país em 1981, através do estudo da obra do próprio doutor Morris Netherton.

Pela visão espírita, participante da Doutrina como sou, esta ensina que: “o esquecimento do passado é necessário para que o Espírito em sua atual existência não seja sobrecarregado com as lembranças e emoções de outras vidas”.

Registro a passagem do “Livro dos Espíritos” de Alan Kardec, anunciando que: “ao entrar na vida corporal, o Espírito perde, momentaneamente, a lembrança de suas existências anteriores, como se um véu as ocultasse; entretanto, às vezes tem uma vaga consciência disso e elas podem até mesmo lhe ser reveladas em algumas circunstâncias. Mas é apenas pela vontade dos Espíritos Superiores, que o fazem espontaneamente, com um objetivo útil e nunca para satisfazer uma curiosidade vã”.

O psicólogo Robert Baker demonstrou que a crença na reencarnação é o principal previsor de que o paciente terá uma memória de vidas passadas, durante a terapia de vidas passadas.

Concluo este artigo, sugerindo a leitura do livro, que proporciona ensinamentos, nos traz muita bondade em seus textos. Se assim você desejar, faça contato com a autora (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.), para adquiri-lo. Em minha leitura, destaquei um sentimento negativo, muito presente na sociedade de hoje, causa de estresse, depressão, desentendimento e sofrimento, que é “mágoa”. O texto de Zadir Campos é muito consolador, leia, medite e alcance paz.

“A mágoa é um dos piores sentimentos cultivados pelo ser humano, pelo grande estrago que causa em suas vidas. Como o próprio nome indica, mágoa é a má água que gerada e conservada dentro do organismo causa grandes malefícios para saúde. O melhor meio de combatê-la é pelo perdão, sendo humilde e generoso. Para a maioria das pessoas é difícil perdoar e sempre sugeri aos meus pacientes que fizessem as preces do perdão para conseguirem aos poucos limparem de seus corações essa mancha escura, nela impregnada.


Os indivíduos que as cultivam, adoecem e vivem possuídos de energias negativas. Alguns procedimentos podem evitar o surgimento de mágoa em nossas vidas e relações, como por exemplo: evitar os falsos amigos e as pessoas que não suportamos. Demonstrar amor a quem amamos. Nunca conviver com quem nos faz mal.

Abandonar hábitos que nos prejudicam, jamais dizer sim se deveríamos dizer não. Não criar situações negativas imaginárias que só vão existir em nossa mente. Em qualquer situação que se apresente e que não nos seja favorável, devemos sempre seguir a intuição, uma ótima conselheira. Lembrando que se sofrermos com o real já é o suficiente. Nunca devemos tentar converter nem convencer ninguém, porque cada criatura está dentro daquilo que é capaz de compreender e à medida que ele evoluir espiritualmente, buscará novos caminhos para si mesmo.


Devemos abolir a mágoa de nossas vidas, e substituí-la pelo perdão e cultivar flores em nossos corações”.

Barbosa Nunes, advogado, ex-radialista, delegado de polícia aposentado, professor e Grão-Mestre da Maçonaria Grande Oriente do Estado de Goiás – O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

0
0
0
s2sdefault

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados