Após título do Grêmio Anápolis, Goiás usa rede social e ironiza jejum do Vila Nova

O título do Grêmio Anápolis sobre o Vila Nova garantiu a festa dos rivais colorados. Logo após a partida no OBA, o Goiás provocou o Tigre com uma postagem no twitter, lembrando o jejum de títulos estaduais.

“Parabéns pela final, Vila Nova. O título não veio desta vez! E nem em 2020, 2019, 2018, 2017, 2016, 2015, 2014, 2013, 2012, 2011, 2010, 2009, 2008, 2007 e 2006″, foi a postagem feita pelo Goiás.

O Vila Nova não vence o Goianão desde 2005.  Desde então, o Tigre chegou até a final em 2017 e 2021, mas perdeu ambas, respectivamente, para Goiás e Grêmio Anápolis.

0
0
0
s2sdefault

Quadrilha desarticulada pela PM goianesiense pretendia efetuar vários roubos na cidade

Foto (Divulgação PM)Foto (Divulgação PM)

A Polícia Militar de Goianésia, desarticulou uma quadrilha que pretendia efetuar vários roubos na cidade. 

Tudo começou na noite desta quarta-feira, 19, quando um idoso de 68 anos da região leste de Goianésia quando um idoso na região leste de Goianésia, sofreu um assalto.

A pretensão dos criminosos eram roubar R$ 60 mil, que a vítima tinha em seu poder; porém, levaram apenas R$ 100 e um aparelho celular.

Após tomar conhecimento do fato, durante patrulhamento pela cidade militares se depararam com um Celta prata na Avenida Contorno, Bairro Nossa Senhora da Penha, região oeste de Goianésia, cujo ocupantes estavam em atitudes suspeitas. Ao abordá-los, os suspeitos, de 23 e 22 anos, entraram em contradição e demonstraram nervosismo.

Diante da situação, os militares tentaram realizar uma consulta pelo número IMEI do aparelho celular do rapaz de 22 anos, mas neste momento eles visualizaram a foto do documento pessoal da vítima na tela do aparelho celular do suspeito, assim, procederam busca veicular e encontraram o aparelho celular do idoso.

De imediato a dupla recebeu voz de prisão, mas os rapazes tentaram fugir, só que em vão. Os policiais tiveram que usar o uso seletivo de força para contê-los, pois eles estavam bastante alterados e agressivos. Foi solicitado reforço policial e após serem algemados confessaram a autoria do crime juntamente com outros comparsas que estariam em um hotel no centro de Goianésia.

Policiais Civis do GEPATRI - Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais - de Goianésia, foram acionados e deslocaram até o hotel indicado onde realizaram a prisão de outros dois rapazes, um de 24 e outro de 18 anos, que também confessaram participação no assalto. Eles estavam de posse dos documentos pessoais roubados da vítima.

Durante as diligências, os policiais do GEPATRI conseguiram arrancar dos suspeitos que o mentor do crime seria uma pessoa de Goianésia, que inclusive estaria com a arma de fogo, tipo pistola, utilizada no assalto, e que ele estaria em uma boate na “saída de Goianésia”.

De posse das informações, os policiais deslocaram até a boate e ao realizarem o adentramento o suspeito avistou a equipe e empreendeu fuga através de uma mata nos fundos da boate.

De acordo com os suspeitos, sendo que três deles são de Niquelândia, teriam vindo para Goianésia para cometer vários roubos a residência e que o 5º envolvido, o que conseguiu fugir, é quem escolhia as vítimas e repassavam as fotos e endereços para eles, tanto é que ele tinha a informação de que a vítima do roubo estaria guardando R$ 60 mil em sua residência.

O quarteto poderá responder por roubo e até mesmo por formação de quadrilha. As investigações continuam.

0
0
0
s2sdefault

PSDB protocola ação para que Bolsonaro seja obrigado a usar máscara

O PSDB entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja obrigado a usar máscara e a respeitar o isolamento social, implementado para evitar a disseminação da covid-19. A ação também cita as aglomerações causadas pelo mandatário em passeios e em viagens.

"Ao circular sem máscara e promover aglomerações, Bolsonaro viola a Constituição, portaria do Ministério da Saúde e a Lei da Pandemia.O presidente segue em flagrante abuso de poder, em atos ilegais, ferindo de morte o interesse público', diz a ação", comunicou, em nota, o partido.

0
0
0
s2sdefault

Confira como está a situação da Covid no Estado

..

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 587.240 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) no território goiano. Destes, há o registro de 559.515 pessoas recuperadas e 16.353 óbitos confirmados.

Levantamento realizado pelo SES-GO apurou que, referente à primeira dose, foram aplicadas 1.206.586 doses das vacinas contra a Covid-19 em todo o Estado. Em relação à segunda dose, foram vacinadas 590.473 pessoas. Esses dados são preliminares e coletados no site Localiza SUS do Ministério da Saúde.

Em relação às vacinas, o Estado de Goiás já recebeu 2.652.280 doses de imunizantes, sendo 1.351.530 da CoronaVac, 1.224.700 da AstraZeneca e 76.050 da Pfizer

0
0
0
s2sdefault

Bolsonaro participa de encontro de motociclistas no Rio de Janeiro

MotoMoto

À frente de um batalhão formado por milhares de motociclistas, o presidente Jair Bolsonaro iniciou pouco depois das 10h deste domingo um passeio que i percorreu mais de 30 quilômetros pelas ruas do Rio. A manifestação foi convocada por apoiadores do presidente.
 
O grupo começou a se concentrar por volta de 8h, e o presidente chegou em helicóptero minutos após às 9h30. Ele posou para fotos junto com alguns motociclistas no Parque Olímpico, local de início do ato.
 
Apesar dos números altos de contágio e mortes por covid-19, o uso de máscaras entre os milhares de presentes era pouco comum. A maioria deixou de lado a proteção.
 
Ao todo, mil policiais militares de quatro batalhões do Rio atuam no esquema de segurança. Até às 10h25, apesar dos reflexos no trânsito, nenhum incidente havia sido registrado.
0
0
0
s2sdefault

Colaboradores da Codego arrecadam 5 toneladas de alimentos para OVG

Presidente da Codego, Renato de Castro e colaboradores arrecadaram 5 toneladas de alimentos. Presidente da Codego, Renato de Castro e colaboradores arrecadaram 5 toneladas de alimentos.
Uma ação realizada por colaboradores da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) resultou na arrecadação de cinco toneladas de alimentos que foram entregues, nesta quarta-feira (19/5), à Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). O movimento integra a terceira etapa da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, promovida pela entidade e pelo Governo de Goiás. 
 
O mantimento será distribuído em forma de cestas básicas para as famílias goianas que se encontram em condições de extrema vulnerabilidade social. “Ações como essas do Estado, neste momento de pandemia, tornam-se extremamente importantes”, afirma o presidente da Codego, Renato de Castro.
 
A mobilização interna durou aproximadamente um mês e contou com ampla participação dos colaboradores da sede da empresa, em Goiânia, e também dos distritos agroindustriais administrados pela Codego. Foram doadas cerca de 400 cestas básicas.
0
0
0
s2sdefault

Page 4 of 470

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados