Ocupação de UTIs para Covid volta a ficar acima dos 80% em Goiás

..

ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltou a ficar acima de 80% em Goiás. Na manhã desta quarta-feira (26), 82,87% dos leitos gerenciados pelo Governo Estadual estavam ocupados. Com relação às enfermarias públicas destinadas ao tratamento do novo coronavírus, o índice é de 69,69%. Os dados são da Secretaria da Saúde (SES-GO).

Das 578 UTIs públicas estaduais ofertadas, 459 estão com pacientes e 99 estão disponíveis. Outras 20 unidades são listadas como bloqueadas em caráter temporário por conta de manutenção, desinfecção e preparo do local para uma nova internação. O bloqueio também pode ocorrer caso a vaga já tenha sido liberada para pacientes de outras cidades.

Em Goiás, há 739 leitos de enfermaria ofertados para o tratamento exclusivo da Covid. Deste número, 457 estão ocupadas, 224 disponíveis e 58 bloqueadas

0
0
0
s2sdefault

Anglo American investe mais R$ 2,5 milhões em combate e prevenção à Covid-19 em Goiás

Doação de cilindros de oxigênio em Niquelândia. (Foto: Arquivo do Hospital Municipal de Niquelândia)Doação de cilindros de oxigênio em Niquelândia. (Foto: Arquivo do Hospital Municipal de Niquelândia)

25/05/2021 - A Anglo American está destinando mais R$ 2,5 milhões em doações de itens hospitalares para o reforço dos sistemas de saúde em Barro Alto, Goianésia e Niquelândia. Desde o início da pandemia, no ano passado, a empresa já investiu valores superiores a R$ 130 milhões no combate à pandemia e seus efeitos nas comunidades das regiões que recebem seus empreendimentos.

No auge da pandemia, a companhia vem intensificando as doações de itens de primeira necessidade para as cidades, em contato próximo com prefeituras para atender às demandas. As entregas já tiveram início e os três municípios receberam 36 cilindros de oxigênio, sendo 12 para cada um. A chegada de itens como máscaras, luvas, óculos, álcool em gel, respiradores mecânicos, oxímetro de pulso, cardioversores, termômetros infravermelhos e bomba de infusão está prevista para as próximas semanas.

Para o coordenador de Relacionamento Sócio-institucional da mineradora, Liomar Vidal, o compromisso da empresa com as comunidades que recebem suas operações faz parte do propósito do grupo de reimaginar a mineração para melhorar a vida das pessoas. “A continuidade das doações demonstra que a Anglo American está sempre atenta às demandas da sociedade neste momento de pandemia que vivemos. Sem sombra de dúvidas, esses cilindros irão fazer a diferença na vida de pessoas positivadas e que estão precisando de suporte à vida”, afirma.

Segundo o médico e diretor do Hospital Municipal de Niquelândia, Gledson Maia, o momento em que o oxigênio chega às unidades de saúde é estratégico. “Foi de suma importância essa doação, como todas as outras que a Anglo American tem feito. Com certeza estaríamos em uma situação bem mais complicada se não fosse essa ajuda”, ressalta.

 

Investimentos em outros estados

A empresa também vem fazendo doações para outros estados que atua. Já entregou oxigênio também a municípios de Minas Gerais e Rio de Janeiro, além de estar atuando para reforçar o sistema de saúde de Conceição do Mato Dentro, onde fica localizada a mina do Minas-Rio. Na última semana, entregou à cidade diversos itens de suprimentos como máscaras, luvas, óculos, álcool em gel, oxímetro de pulso portátil, termômetros infravermelhos, entre outros.

Além disso, está custando parte das operações da rede de saúde do município, como o Hospital Imaculada Conceição, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Juvêncio Guimarães e o recém-criado Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19. Essa rede tem capacidade de absorver a demanda de cidades da região e agora foi reforçada para melhor corresponder ao momento crítico da pandemia.

Sobre a Anglo American

A Anglo American é uma empresa líder global em mineração e nossos produtos são essenciais em quase todos os aspectos da vida moderna. Nosso portfólio de operações competitivas de classe mundial, projetos em desenvolvimento e recursos não desenvolvidos, fornece metais e minerais para um mundo mais limpo, mais verde e mais sustentável, atendendo ao rápido crescimento das demandas de consumo das economias desenvolvidas e em desenvolvimento.

Com nossas pessoas no coração dos nossos negócios, utilizamos práticas inovadoras e as mais recentes tecnologias para descobrir novos recursos e minerar, processar, movimentar e comercializar tais recursos para os clientes de todo o mundo – de forma segura, responsável e sustentável.

Como produtora responsável de diamantes (através da De Beers), cobre, metais do grupo da platina, minério de ferro e carvão metalúrgico e níquel, além do projeto de nutrientes naturais em desenvolvimento e operações de carvão térmico planejadas para desinvestimento, estamos comprometidos em atingir a neutralidade nas emissões de carbono em nossas operações até 2040.

Trabalhamos em conjunto com nossos parceiros de negócios e diversas partes interessadas para liberar o potencial do valor sustentável que esses recursos representam para as comunidades e países onde operamos, para nossos acionistas, além da sociedade como um todo. A Anglo American está reimaginando a mineração para melhorar a vida das pessoas. 

0
0
0
s2sdefault

Covid-19: Avanço de casos preocupa autoridades sanitárias em Goiás

Nova remessa de Astrazeneca em Goiás (Foto: André Saddi/ Governo de Goiás)Nova remessa de Astrazeneca em Goiás (Foto: André Saddi/ Governo de Goiás)

Goiás recebeu na madrugada desta quarta-feira (26) nova remessa de doses contra a Covid-19 e chega a 2,8 milhões no total. Com 189 mil vacinas, a carga é exclusiva da AstraZeneca,  desenvolvida pela Fiocruz em parceria com a Oxford, e serão utilizadas inteiramente para a primeira dose em todo o estado.

As vacinas devem ser utilizadas para avançar na imunização do grupo das comorbidades e pessoas com deficiência permanente. Em alguns municípios, como Aparecida de Goiânia e Anápolis, houve avanços para profissionais de educação.

O governo estadual vê com preocupação o aumento da contaminação pelo coronavírus em Goiás e considera que “há soluços nas entregas de vacinas no Brasil”.  Um dos indicadores, o Re, mostra que há aumento da pandemia em Goiás, sobretudo na taxa de contaminações.

0
0
0
s2sdefault

Cepa da Índia vai se espalhar no Brasil trazendo a terceira onda, alerta pesquisadora da Fiocruz

..

Em entrevista à CNN neste domingo (23), a pneumologista e pesquisadora da Fiocruz, Margareth Dalcolmo, diz não estar otimista em relação à capacidade do Brasil de conter a variante originária da Índia, detectada no Maranhão. "Eu não creio [que vamos controlar]. Acho que é só uma questão de tempo e nós vamos descobrir a variante da Índia circulando em outros locais, é muito difícil conter."

Dalcolmo acredita que, embora o ministério da Saúde esteja tomando medidas adequadas neste momento -- como o controle de fronteiras e a testagem em larga escala em São Luís (capital do Maranhão) --, o cancelamento de voos vindo da Índia foi tardio.

"Eu conheço razoavelmente bem as condições indianas de controle sanitário. É muito precário. Então, quando começou na Índia, ficou óbvio que aquilo iria se disseminar. E era necessário, como eu disse há quase três semanas, ter fechado os voos vindos da Índia."

A pneumologista acredita que a testagem em massa, de toda forma, será importante para a medição do impacto, mesmo que a variante se espalhe.

"O Ministério da Saúde enviou testes, até uma quantidade grande, que pode testar metade da população de São Luís e de seus arredores. Talvez isso consiga determinar o tamanho do problema do ponto de vista epidemiológico, do impacto, mas não conseguirá controlar a transmissão.”

Terceira onda

Para a pesquisadora da Fiocruz, uma possível terceira onda se mostra iminente. "Dependendo da taxa de transmissibilidade de uma variante, sem dúvida nenhuma, poderá causar uma situação muito grave no Brasil."

Ela complementa analisando que o ritmo de vacinação lento poderá comprometer ainda mais a população, sobretudo os jovens que estarão sem nenhuma imunidade neste provável repique. "Sem dúvida nenhuma é um momento de grande preocupação para todos nós”.

O Brasil é o 63º país no ranking global de aplicação de doses da vacina contra Covid-19 na relação a cada 100 habitantes. O país, que iniciou a vacinação há quatro meses, já esteve na 56ª posição desse ranking. 

Entre os países que compõem o G20, grupo das 20 maiores economias do mundo, o país aparece em 10º. Segundo os dados atualizados pela Agência CNN, o Brasil aparece com 29,36 doses aplicadas a cada 100 habitantes.

0
0
0
s2sdefault

Duplicação da GO-080: Renato de Castro critica oportunismo de Hélio de Souza

Renato de Castro: Essa política ultrapassada de pedir o que Executivo já prometeu não engana mais a população.Renato de Castro: Essa política ultrapassada de pedir o que Executivo já prometeu não engana mais a população.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico (CODEGO), Renato de Castro,  criticou o oportunismo do deputado Hélio de Souza nos últimos dias. 

O deputado do PSDB diz ser o responsável pela iniciativa da GOINFRA em reiniciar as obras de conclusão da GO-080, no trecho entre São Francisco e Nerópolis, concluindo a duplicação da rodovia. 

"Esta obra já estava no programa do governador Ronaldo Caiado. Depois de tantos mandatos, ele devia saber disso, o povo não engole essas coisas mais, essas tapeações, isso já esta ultrapassado", afirmou o ex-prefeito de Goianésia. 

Renato disse ainda que o deputado se comporta como os vereadores da oposição, quando ainda era gestor público de Goianésia. "No meu mandato, nós tínhamos o desconto de 40% do IPTU e todos os dias tinha vereador fazendo requerimento pedindo o desconto no tributo para a população, pedindo a cobertura da Feirão do Novo Aurora e a construção da praia do cerrado. Isso não adiantava, porque eleitor sabia quem estava falando a verdade e eram ações já previstas no nosso programa de governo", pontuou.

O presidente da CODEGO enfatizou que se surpreendeu com a atitude do deputado Hélio de Souza, com mais de 25 anos no parlamento e executando as práticas velhas da política. "Ficar pedindo o que o Executivo já vai fazer é ultrapassado. É por isso que hoje estao onde estão: fora das gestões do Estado e dos grandes municípios", salientou. 

 

 

0
0
0
s2sdefault

Vacinação contra a Covid-19 continua na semana para pessoas com comorbidades

20210524063742 vacina3020210524063742 vacina30

A Secretaria Municipal de Saúde - SMS - de Goianésia dará sequência na imunização da população contra a Covid-19 e nesta segunda-feira, 24, vacinará as pessoas que possuem algum tipo de comorbidade e tenham entre 30 e 59 anos.

A vacinação acontecerá no estilo drive-thru das 08h00 às 17h00 no feirão do Nova Aurora, onde será aplicada a primeira dose da vacina.

A SMS salienta que para ser vacinado o paciente deverá apresentar documento de identificação com foto, CPF, comprovante de endereço, cartão de vacina, além de apresentar uma cópia e o original do formulário padrão preenchido pelo médico, assinado e carimbado.

Já os portadores de necessidades especiais permanentes que são cadastrados e recebem o auxílio LOAS/BPC e tenham entre 30 e 59 anos, deverão levar também xerox do cartão BPC ou comprovante que recebe o auxílio juntamente com os documentos e cartão de vacina.

0
0
0
s2sdefault

Page 3 of 470

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados