Médica goiana deve recusar convite de Bolsonaro em assumir Ministério da Saúde

Cardiologista goiana Ludhmila Hajjar (Foto: Reprodução)Cardiologista goiana Ludhmila Hajjar (Foto: Reprodução)

médica goiana Ludhmila Hajjar não deve aceitar o convite de Jair Bolsonaro (sem partido) para comandar o Ministério da Saúde. A cardiologista se reuniu com o presidente no domingo (14) e teria deixado claro, no diálogo, que é preciso tomar medidas mais duras por parte do governo federal para frear a pandemia de Covid-19, que registou uma escalada nos primeiros meses de 2021. Novo encontro entre os dois deve ocorrer nesta segunda-feira (15).

Segundo a colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, a cardiologista já anunciou a pessoas próximas que não aceitará o convite do presidente para comandar a pasta mais importante do país neste momento. A cardiologista já se manifestou contra o chamado tratamento precoce, aleardeado por bolsonaristas como parte da solução para o avanço da pandemia, mas cientificamente ineficaz.

0
0
0
s2sdefault

Coronavírus: MP consegue bloqueio de R$ 50 mil de envolvidos em fura-fila da vacina em Santa Rita do Novo Destino

santa rita do novo destinosanta rita do novo destino

Atendendo a pedido do Ministério Público de Goiás (MP-GO), por intermédio da Promotoria de Justiça de Barro Alto, em ação civil pública (ACP) por improbidade administrativa, a Justiça concedeu liminar decretando a indisponibilidade de bens, no valor de R$ 50 mil, do secretário municipal de Saúde de Santa Rita do Novo Destino, Marcelo Gomes de Moraes; da enfermeira Ladyanne Araújo dos Santos Tosta, e da coordenadora da Secretaria Municipal de Saúde, Isaura Vieira da Cunha. Na ACP, o promotor de Justiça Tommaso Leonardi relata ter instaurado inquérito civil para apurar possíveis irregularidades praticadas pelos três, na vacinação contra a Covid-19, de pessoas que não faziam parte do grupo prioritário.

De acordo com Tommaso Leonardi, foram vacinados o secretário de Transporte Vanderlei Raimundo; o funcionário do Setor de Controle Interno Edmar Ribeiro; o irmão da primeira-dama da cidade, João de Souza e Joana D'Arc Rosa, com infração à ordem de vacinação definida no Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 e na Nota Informativa n° 2/2021. A vacinação, segundo o promotor de Justiça, ocorreu sob o comando dos três que foram acionados judicialmente.(Texto: João Carlos de Faria - Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

0
0
0
s2sdefault

Vereador Marcos Portilho assume a Secretaria da Agricultura. Dr Marcos volta à Câmara

Marcos Portilho assume a Secretaria de Agricultura, enquanto Dr. Marcos Vinícius assume vaga na Câmara. Marcos Portilho assume a Secretaria de Agricultura, enquanto Dr. Marcos Vinícius assume vaga na Câmara.

O vereador Marcos Portilho (MDB) assumiu na última semana, a Secretaria Muncipal de Agricultura de Goianésia. André Wenceslau, secretário municipal do Meio Ambiente, estava ocupando a pasta inteirinamente.

Marcos aceitou o convite do prefeito Leonardo Menezes (DEM) e conduzirá a pasta que outras atribuições, estão a promoção  e valorização do homem do campo e fomento à produtividade do setor agropecuário.

Na Câmara Municipal, o médico dr. Marcos Vinícius, que era o segundo suplente, será diplomado pelo TRE e assume a vaga. Marcos Pernambuco, que ficou na primeira suplência, já compõe o secretariado da atual gestão, ocupando a pasta do Trabalho.

0
0
0
s2sdefault

Estudo inédito indica benefícios do própolis no tratamento da Covid-19

..

Um estudo brasileiro e inédito indica que o extrato de própolis é benéfico no tratamento da Covid-19. A pesquisa mostrou que a administração da substância em pessoas infectadas é capaz de reduzir em 50% o tempo de internação e diminuir os danos renais.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão após avaliar o impacto da substância em 124 pessoas com Covid-19 entre junho e agosto de 2020. Todos os voluntários tinham cerca de 50 anos, comorbidades similares, apresentavam sintomas havia cerca de oito dias e o mesmo grau de acometimento pulmonar – em torno de 50%.

 

“Ainda sobre a questão renal, todos os pacientes que receberam as cápsulas de própolis não apresentaram necessidade de diálise, diferentemente dos outros que tiveram o tratamento padrão. Além disso, a pesquisa mostrou ainda uma tendência entre os pacientes que receberam extrato de própolis de precisar menos de intubação”, disse Marcelo Silveira, pesquisador clínico da Apis Flora e do Instituto D’Or, responsável pela condução do estudo.

Os resultados são bons, mas vale lembrar de que não há comprovação científica de que o consumo de própolis no dia a dia previna a doença. Evitar aglomerações, manter o isolamento social, usar máscaras, higienizar constantemente as mãos e evitar tocar no nariz, na boca e nos olhos se não estiver com as mãos limpas continuam sendo as recomendações sanitárias.

 

0
0
0
s2sdefault

Goianésia: Vereadores solicitam ao Executivo, o retorno dos 40% de insalubridade para os profissionais da Saúde

Atual Legislatura 2021 a 2024 da Câmara Municipal de Goianésia.Atual Legislatura 2021 a 2024 da Câmara Municipal de Goianésia.Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Goianesia, realizada na quinta-feira, 11, uma solicitação muito importante ao Executivo aconteceu em relação ao momento crítico de pandemia. 

Em um requerimento coletivo, os vereadores pediram o retorno dos 40% de insalubridade aos profissionais da saúde do Município de Goianésia.

O pedido se faz necessário para resguardar os profissionais em questão, pois continuam atuando na linha de frente no combate ao vírus da COVID-19, ressaltou os vereadores, durante a Sessão. 

Na gestão passada, o então prefeito Renato de Castro concedeu o adicional devido à pandemia do coronavírus, como uma forma de valorização dos profissionais de saúde da rede municipal. Cabe agora ao prefeito Leonardo Menezes, o retorno do merecido adicional. 

0
0
0
s2sdefault

Isenção de PIS e Cofins não vão compensar alta no preço do gás e combustíveis com mais um aumento nessa terça-feira (9)

gasgas

A isenção de PIS e Cofins sobre o óleo diesel e o gás de cozinha (GLP), decretada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na segunda-feira (1º), tem o objetivo de reduzir o preço para o consumidor final. Mas, no caso do gás, não vai ser suficiente para compensar os aumentos que já aconteceram neste ano. Para o diesel, há divergências.

O corte nos impostos deve baixar o litro do diesel em R$ 0,31 e o botijão de gás em R$ 2,18. No caso do gás, considerando os dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), a alta neste ano já foi de R$ 5,53 (de R$ 75,30 no final de dezembro a R$ 80,83 em fevereiro, o que equivale a aumento de 7,34%). Isso dá R$ 3,35 a mais que o desconto do imposto.

Para o diesel, os dados não são conclusivos: segundo a ANP, a isenção não vai compensar os aumentos, já que o litro do diesel subiu R$ 0,55 desde o início do ano (de R$ 3,63 para R$ 4,18, ou 15%). Isso representa R$ 0,24 a mais do que a isenção de PIS e Cofins.

Petrobras já anunciou novo reajuste para os combustíveis a partir desta terça-feira, 9. O valor da gasolina para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,84 por litro, refletindo uma aumento médio de R$ 0,23 por litro no preço de venda — alta de 9,2%.

Este é o sexto reajuste do combustível em 2021. Desde o início do ano, a gasolina já encareceu 54,3% aos distribuidores. Já o preço médio de venda de diesel nas refinarias passará a ser de R$ 2,86 por litro, representando aumento médio de R$ 0,15 por litro — variação de 5,5%. O óleo diesel já foi reajustado cinco vezes em 2021 e acumula alta de 41,5%. Este é o segundo reajuste dos combustíveis apenas em março

0
0
0
s2sdefault

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados