Precauções contra a covid-19 farão Campeonato Brasileiro ser diferente

Foto: DANIEL CASTELO BRANCO/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOFoto: DANIEL CASTELO BRANCO/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Campeonato Brasileiro começa neste final de semana com a promessa de meses de compromissos intensos para times e, principalmente, para os médicos. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estabeleceu uma diretriz detalhada de cuidados com o novo coronavírus e fixou uma rotina diferente da habitual para todos os torneios nacionais.

Jogadores, técnicos e árbitros terão testes regulares e vão encarar mudanças até no cerimonial pré-jogo. Execução de hinos e cumprimentos entre os atletas estão vetados.

A principal definição da CBF está na padronização de testes. Todos os exames PCR serão bancados pela entidade e realizados no hospital Albert Einstein, em São Paulo, para se ter amostras mais uniformes. Seja para as quatro divisões do Brasileiro, Copa do Brasil, torneios femininos e competições de base, a promessa é de ter o mesmo rigor.

Três dias antes de cada partida os 23 atletas de cada time, os dois técnicos e os quatro árbitros passarão por testes. Ou seja, serão 52 exames por jogo.

Controle total no gramado

A CBF não vai permitir a presença de torcida. Partidas da Série A e da Copa do Brasil podem ter até 300 pessoas entre jogadores, comissões técnicas, árbitros, dirigentes, jornalistas e funcionários.

Para outras divisões o limite é menor. Nas últimas semanas, a entidade realizou uma vistoria nos estádios para definir separações de diferentes áreas. "O objetivo é restringir o acesso ao estádio somente para quem realmente precisa estar ali. O importante agora é viabilizar a entrega da temporada do futebol", explicou o diretor de competições da CBF, Manoel Flores.

Os estádios serão divididos em três diferentes áreas, basicamente separadas em gramado, corredores de acesso e tribunas. Para frequentá-las, é preciso apresentar credencial e ter a temperatura medida. Para evitar a emissão de gotículas de saliva, a execução dos hinos não será realizada. Só podem trabalhar no máximo quatro maqueiros, com luvas e máscaras. Estão liberados seis gandulas, mas todos devem lavar as mãos com água e cuidar da higiene das bolas, que devem ser limpas com álcool líquido. O gel está descartado porque pode deixar a superfície escorregadia.

A CBF recomenda que as equipes consigam embarques diferenciados com as companheiras aéreas para evitar aglomerações em salas de espera de aeroportos. "Os clubes estão buscando um acordo coletivo para encontrar uma situação favorável para o fretamento de alguns voos", comentou Câmara. Os atletas são orientados a viajar de máscara e evitar se alimentar dentro dos aviões. (Agência Estado)

0
0
0
s2sdefault

Caixa autoriza pausa no financiamento imobiliário por mais dois meses

É possível pedir mais dois meses de pausa no pagamento de prestações do crédito imobiliário contratado com a Caixa Econômica Federal.É possível pedir mais dois meses de pausa no pagamento de prestações do crédito imobiliário contratado com a Caixa Econômica Federal.
Desde segunda-feira (27/7), é possível pedir mais dois meses de pausa no pagamento de prestações do crédito imobiliário contratado com a Caixa Econômica Federal. A medida vale para financiamentos de imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida (faixas 1,5, 2 e 3) e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos. O diretor do Instituto Brasileiro de Direito Imobiliário (Ibradim) em Goiás, Arthur Rios Júnior, alertou que o contrato não está isento da incidência de juros remuneratórios, seguros e taxas.
 
“Os encargos são jogados para final. Então, não é bem uma pausa, e sim postergação do principal, já que o contrato continua gerando efeitos, inclusive com juros e correções”, explicou o advogado.
 
Segundo a Caixa, os clientes pessoas física e jurídica que já tiveram a pausa temporária de 120 dias concluída poderão prorrogar o prazo por mais 60 dias. Quem ainda não optou por essa alternativa também poderá solicitar a pausa de 180 dias.
 
Para as empresas, a opção de pausa é válida para os financiamentos à produção de empreendimentos e para os financiamentos de aquisição e construção de imóveis comerciais (modalidade individual). As opções de pagamento parcial dos encargos ou carência também serão estendidas para até 180 dias, porém não poderão ser utilizadas em conjunto com a pausa.
 
Como solicitar:
Os clientes pessoa física podem solicitar a pausa de 180 dias ou a prorrogação do período de pausa por mais 60 dias para os contratos já atendidos pelo aplicativo Habitação Caixa, pelos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505, ou de forma automatizada pelo 0800 726 8068, opção 2 – 4 – 2.
 
Canais de atendimento:
- App Habitação Caixa: disponível para os sistemas operacionais Android e IOS, pode ser baixado gratuitamente nas lojas GooglePlay ou AppStore.
- Telefones 3004-1105 e 0800 726 0505, opção 7: disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.
- Telefone 0800 726 8068, opções 2 – 4: disponível de segunda a sexta-feira, em qualquer horário, e aos sábados, das 10h às 16h.

0
0
0
s2sdefault

Departamento de Limpeza orienta sobre descarte do lixo doméstico durante pandemia

8aef7bc0 0732 40d7 b503 faf0a7b57f718aef7bc0 0732 40d7 b503 faf0a7b57f71

Cuidados são essenciais para preservar a saúde dos coletores e agentes de limpeza

Em meio às prevenções para enfrentamento do coronavírus, o Departamento de Limpeza de Goianésia manteve os serviços de limpeza pública, essenciais para a saúde da população da cidade. Porém, alerta sobre alguns cuidados com os resíduos, visando proteger a saúde dos agentes de limpeza.

A orientação é que o cidadão se atente ao dia e horário em que o caminhão da coleta passa e acondicione os resíduos em sacos resistentes, próprios para lixo. A recomendação ainda inclui as luvas e máscaras.

Segundo o diretor do departamento, Júlio César, as luvas e máscaras podem ser colocadas em sacos duplos e devem ser descartadas no mesmo local que o lixo comum, para que todo o material seja encaminhado ao Aterro Sanitário.

‘Nossos colaboradores estão trabalhando para manter a cidade limpa, mesmo em meio a toda essa crise, por isso devemos protegê-los", reforça o diretor do departamento de limpeza.

Materiais cortantes

Para descartar os materiais perfuro-cortantes, como vidros, agulhas, metais, entre outros, que possam ocasionar cortes ou perfurações - propensos também à contaminação dos profissionais, é necessário que todos esses objetos estejam bem embalados. Fazer isso é simples, basta:

1 - Envolver bem os pedaços de vidro em várias folhas de jornal ou plástico bolha, colocando-os em uma caixa de papelão.

2 - Corte uma garrafa pet e deposite os pedaços de vidro. Em seguida, utilize a parte superior da garrafa para fechá-la. É necessário vedá-la com uma fita adesiva.

3 - Caso o vidro seja reciclável, como embalagens de bebidas, alimentos ou cosméticos, verifique o dia da coleta seletiva em seu bairro e descarte o material junto com o lixo limpo, porém escreva no pacote que contém VIDRO.

Confira as recomendações para residências onde há pessoas com sintomas ou que foi diagnosticado com o novo coronavírus:

  • Separar uma lixeira de uso exclusivo da pessoa infectada ou suspeita no cômodo reservado para ela.
  • Não separar mais o lixo reciclado do lixo comum.
  • Usar dois sacos para acondicionar o lixo e não esquecer de fechá-los e lacrá-los bem.
  • Uma pessoa não infectada deve retirar o saco do cesto pelo lado de fora e fechá-lo de forma que não vaze nem ar nem líquidos, para que o vírus fique dentro do saco de lixo.
  • Higienizar pontos de contatos, como alças e tampas de lixeiras.
  • Colocar os sacos para a coleta de acordo com os dias que o caminhão passa na sua rua.
0
0
0
s2sdefault

Prazo para renovação da Bolsa Universitária termina nessa sexta (31)

Prazo para recadastramento da Bolsa Universitária termina nessa sexta-feira, 31. Prazo para recadastramento da Bolsa Universitária termina nessa sexta-feira, 31.
O prazo para renovação da Bolsa Universitária, programa da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), termina nesta sexta-feira (31/7). Segundo a OVG, menos da metade dos 11 mil bolsistas ativos finalizou a atualização dos dados cadastrais. O procedimento é obrigatório e o bolsista precisa estar em dia com a contrapartida para conseguir renovar o benefício.
 
“O estudante deve seguir três passos: preencher os dados, anexar a documentação dele e do grupo familiar e, por último, responder a pesquisa de satisfação e enviar. Se não realizar todo esse processo, a renovação não é efetivada”, explicou a diretora do Programa Bolsa Universitária, Rúbia Prado.
 
Rúbia Prado ressaltou que o prazo não será prorrogado, por isso os universitários devem se apressar. “O procedimento é simples, todo on-line. Então pedimos que não deixem para última hora, preencham com calma e atenção para evitar erros “, disse.
 
Segundo a OVG, o Programa Bolsa Universitária beneficia, atualmente, estudantes de 217 municípios goianos, conta com 21 bancos de sangue e 927 entidades parcerias para o cumprimento da contrapartida. A Central de Informação do Bolsista pode ser acionada por meio do telefone: 3201-9351.
 
Fonte: A Redação
0
0
0
s2sdefault

Toffoli defende nova regulação para combate às fake news

As fake news tem causado muitos estragos às vidas das pessoas e instituições.As fake news tem causado muitos estragos às vidas das pessoas e instituições.

As fake news se apoiam em fatos reais ou relevantes, porém em contexto falso, gerando um conteúdo manipulado, geralmente contra pessoas públicas ou instituições respeitadas. As notícias falsas são fabricadas para chamar a atenção, estimulando a circulação rápida e causando alarde e pânico.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, defendeu nesta terça-feira (28/7) a criação de novas regras e instrumentos legais para o combate às notícias falsas, as fake news, que ampliem as possibilidades, inclusive, de responsabilização das plataformas de redes sociais.
 
“Não podemos normalizar, condescender e aceitar as fake news como um fenômeno inevitável. Nós não podemos aceitar isso como algo que seja impossível de combater ou que se tornará natural no dia a dia. Temos que ter instrumento, Estado, regulamentação, sim, e responsabilidade do mercado”, disse Toffoli, durante seminário online sobre liberdade de expressão, organizado pelo site Poder360 em parceria com o Observatório de Liberdade de Imprensa da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
 
Na semana passada, após determinação d ministro Alexandre Moraes, o Twitter e o Facebook bloquearam perfis de diversos usuários investigados no Supremo pela suposta disseminação de notícias falsas e por fazer ameaças a ministros da Corte.
 
No dia seguinte ao bloqueio, o presidente Jair Bolsonaro, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), ingressou com uma ação direita de inconstitucionalidade (ADI) no Supremo, pedindo que seja derrubada qualquer decisão que determine o bloqueio de perfis em redes sociais.
 
Até o fim da semana, quando termina o recesso do Poder Judiciário, a ação encontra-se na mesa de Toffoli, que pode decidir sobre o pedido de liminar antes de encaminhar o processo ao relator, ministro Edson Fachin.
 
“Nós temos no Brasil mais de 200 mil pessoas presas provisoriamente sem sentença de 1º grau. Nós não temos 200 mil redes sociais paradas. Choca mais as redes sociais paradas, meia dúzia de redes sociais paradas, do que 200 mil pessoas presas sem sentença? São reflexões que nós temos que fazer, não estou aqui fazendo juízo de valor, estou dando fatos”, disse Toffoli nesta terça-feira, ao ser questionado sobre o assunto. 
 
Com informações da  Agência Brasil
 
0
0
0
s2sdefault

SEMMA amplia fiscalização para conter desmatamento em Goianésia

Desmatamentos 2Desmatamentos 2

A Secretaria de Meio Ambiente de Goianésia aumentou a fiscalização no município para conter o desmatamento ilegal, que deu um salto considerável no número de ocorrências no primeiro semestre de 2020, especialmente no mês de julho.

O secretário de meio ambiente, André Wenceslau, elaborou um plano com "ações repressivas" para conter o desmatamento. "Vamos entrar em campo aumentando a capacidade de repressão, vamos atuar com força nas áreas onde o desmatamento está crescendo", disse ele.

Leia também:

https://www.mpgo.mp.br/portal/noticia/mp-go-requer-paralisacao-de-desmatamento-irregular-de-fazenda-localizada-em-goianesia#.XyBji9JKiM8

https://www.mpgo.mp.br/portal/noticia/acao-do-mp-go-quer-obrigar-fazendeiro-a-recuperar-reserva-legal-desmatada-em-goianesia#.XyBkHtJKiM8

0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados