suspeitoMichel Lino foi preso suspeito de levar vida de luxo usando dinheiro de fraude (Foto: Reprodução/Facebook)

Suspeito de aplicar golpes que ultrapassam R$ 115 mil, o promotor de eventos Michel Lino de Paula Nascimento, de 25 anos, foi preso preventivamente em Goiânia por agentes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). De acordo com a polícia, usando cartões de crédito de outras pessoas, Michel comprou um carro, e passou o Reveillon na cidade mais badalada e cara do Brasil.

Foi após verificar transações em altas quantias nos cartões de diferentes clientes de outros estados que o gerente de um banco procurou, em Goiânia, a delegada Mayana Rezende, que é chefe do grupo que investiga fraudes da Deic. Após cruzar informações, os agentes da Deic chegaram até Michel Lino, que teria pago vários boletos e até adquirido um veículo no valor de R$ 35 mil, com cartões de correntistas de bancos do Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e da Paraíba.

“É normal que estelionatários usem os dados bancários de pessoas de outros estados para dificultar a identificação da polícia, mas felizmente nesse caso chegamos até o Michel, que somente em fevereiro pagou uma conta de quase R$ 118 mil com o cartão de uma outra pessoa”, relatou a delegada. Entre os gastos feitos em janeiro por Michel Lino, segundo a delegada, estão passagens, hospedagens e bebidas adquiridas durante a virada do ano em Florianópolis, na conhecida praia de Jurerê Internacional, local frequentado apenas por pessoas de alto poder aquisitivo.

suspeito2

Em depoimento à polícia, Michel Lino confessou a fraude, e disse que recebia os dados dos cartões clonados de um hacker conhecido apenas como Júnior, que mora em outro estado. “Vamos investigar agora para saber quem é essa pessoa que repassava os dados para o Michel”, concluiu Mayana Rezende.

Michel Lino, que segundo a delegada ostentava uma vida de alto luxo em redes sociais, ainda não tinha passagens pela polícia, mas agora responderá por crime de furto qualificado. O veículo que ele comprou com os dados de uma outra pessoa foi apreendido.

0
0
0
s2sdefault
gripeProfessores vão receber a vacina contra a gripe.
Começa nesta segunda-feira (17/4) a mobilização nacional de vacinação contra a gripe. A campanha deste ano inclui, pela primeira vez, os profissionais de educação no grupo prioritário. Cerca de 2,3 milhões de professores de escolas das redes pública e privada devem ser imunizados nos postos de saúde de todo o país.
Nos dias 2 e 3 de maio, os docentes serão vacinados nas escolas. Idosos, trabalhadores do setor de saúde, crianças de 6 meses até 5 anos, gestantes, mulheres no pós-parto, indígenas, população privada de liberdade, inclusive os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, e pessoas com doenças crônicas continuam como público-alvo da vacinação.
A vacina permite a proteção contra os vírus A(H1N1), H3N2 e influenza B. Como os vírus são mutantes, a composição da vacina é feita somente depois da indicação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as cepas (variações dos vírus) que circularam com mais frequência nos últimos meses na região. Segundo a OMS, em 2016 a cepa do vírus A(H1N1) foi alterada, o que levou à produção de uma nova composição para a campanha deste ano.
Cerca de 60 milhões de doses serão distribuídas aos postos da rede pública de saúde. O Ministério da Saúde espera que pelo menos 54 milhões de pessoas sejam imunizadas até o dia 26 de maio, prazo final da campanha. O dia D da mobilização será em 13 de maio.
O principal objetivo da campanha é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Segundo o Ministério da Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe. Em 2016, o país registrou a maior incidência dos casos de gripe desde a pandemia iniciada em 2009. Mais de 2.200 pessoas morreram no ano passado por problemas relacionados à gripe. De janeiro a abril deste ano ocorreram 48 mortes.
Apesar de a incidência de casos estar num ritmo bem menor do que o registrado no ano passado, o Ministério da Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes e garantir que a proteção seja efetiva no período de maior vulnerabilidade, o inverno. Além de buscar a imunização, o Ministério recomenda que a população lave as mãos várias vezes ao dia, cubra o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evite tocar o rosto, não compartilhe objetos de uso pessoal, mantenha os ambientes bem ventilados e evite a permanência em locais com aglomeração. (Agência Brasil)
0
0
0
s2sdefault

encontrodemotociclistas

Goianésia se transformará na Capital Nacional do Motociclismo  de 28 de abril a 01 de maio. 

A Prefeitura de Goianésia e Câmara Municipal realizam o 16º Encontro de Motocicilstas e a expectativa é enorme de um bom número de participantes. 

Dando sequência ao turismo de eventos, a atual gestão quer repetir o sucesso do Carnaval, com a presença de motoclubes de vários estados, gerando assim mais divisas para o comércio goianesiense. 

Para isso, o Encontro terá apresentação de várias bandas, DJs e show de manobras radicias. Os Detonautas, banda de renome nacional, faz seu show no encontro dia 30. 

No último dia, o evento será finalizado com XV Corrida do Trabalhador, integrando o esporte e o lazer.

0
0
0
s2sdefault

juizOposição espalhou pelas redes sociais que o juiz eleitoral André Reis Lacerda, da comarca de Goianésia teria antecipado juízo contrário ao prefeito Renato e vazado a partidários do ex-prefeito Jalles Fontoura (PSDB)

A Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), através do seu presidente, Wilton Muller Salomão, divulgou nota na tarde de ontem, 13, desmentindo os boatos espelhados pela oposição em Goianésia nos últimos dias, de que o juiz eleitoral André Reis Lacerda, da comarca do Município,  teria antecipado juízo contrário ao prefeito Renato de Castro (PMDB) e vazado a partidários do ex-prefeito Jalles Fontoura (PSDB).

A entidade ressaltou na nota, que diferente do que está sendo divulgado, "o processo está em trâmite e ainda não há nenhuma decisão judicial proferida". 

Confome é normal em Goianésia, pessoas ligadas à oposição ao prefeito ainda não aceitaram a derrota e atuam nas redes sociais tentando forçar uma setença contra Renato de Castro.

A resposta do povo ao devaneios de Jalles ainda não foi aceita e os derrotados nas urnas nutrem uma esperança de poder governar sem votos.  

O prefeito trabalha para ganhar o direito que as urnas lhe deram, seja na primeira ou em instâncias posteriores.

Leia a íntegra da nota da Asmego 

ASMEGO emite nota de desagravo em defesa de juiz eleitoral de Goianésia e em reforço à independência da Magistratura

A Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (ASMEGO) vem a público desagravar o juiz eleitoral André Reis Lacerda, da comarca de Goianésia, de acusações falaciosas à sua conduta publicadas em meios de comunicação local e em redes sociais. Baseados em inverdades, portais de notícias e internautas têm divulgado boatos acerca de processo judicial envolvendo as eleições de 2016 no município.

Diferente do que está em divulgação, a ASMEGO esclarece que o processo está em trâmite e ainda não há nenhuma decisão judicial proferida. Assim como tem sido em toda a sua carreira de 10 anos de Magistratura e seis deles na comarca de Goianésia, o juiz André Reis Lacerda irá cumprir sua missão constitucional e decidir conforme a legislação eleitoral vigente e as provas apresentadas.

A associação também reforça que as acusações divulgadas atacam, não somente o juiz de Goianésia, mas a independência de toda a Magistratura goiana. Sob o falso pretexto de informar, os autores dos factoides buscam, sem sucesso, atacar a autonomia do magistrado e exercer influência na decisão sobre o processo, consistindo em um verdadeiro ultraje ao Estado Democrático de Direito, e à sociedade goianesiense. Além disso, os portais que divulgam tais "notícias" recorrem em um desfavor aos cidadãos ao desrespeitar premissas básicas do jornalismo, tais como a apuração e a isenção.

Por fim, reforçamos que a ASMEGO desagrava o magistrado André Reis Lacerda dos ataques e informações inverídicas sobre a sua conduta, sobretudo devido a sua carreira exemplar que sintetiza a missão dos juízes goianos e brasileiros.

Wilton Müller Salomão 
Presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (ASMEGO)

Fonte: Goias Real

0
0
0
s2sdefault

atleticoAtletico-GO venceu o Azulão, que está rebaixado em 2017.

Orcedino Júnior

Goleou o Vila Nova. Teve o jogador revelação do Campeonato. Mas não adiantou! O Goianésia foi derrotado pelo Atlético –GO na tarde de domingo, 09 e confirmou o rebaixamento à Divisão de Acesso em 2018.

O Atlético-GO saiu atrás no marcador, mas se recuperou ainda no primeiro tempo, empatando em 1 a 1. Os gols foram marcados por Nonato, pelo Goianésia, e Alípio, pelo Dragão, já aos 45 minutos. Após o empate, ainda houve tempo para que Dinei, meia da equipe visitante, fosse expulso. 

No segundo tempo, o Atlético-GO aproveitou a superioridade numérica dentro de campo e iniciou a sequência de gols. O primeiro deles foi marcado por João Vítor e, depois, Júnior Viçosa fez dois, sendo um deles um golaço de cobertura. Yhan descontou para o Azulão. 

Rebaixamento começou bem antes

A degola do Azulão começou já no início da competição.

O ex-prefeito Jalles destruiu parte das arquibancadas do Estádio Valdeir José de Oliveira, com a promessa de construir novas e maiores. A obra ficou no meio do caminho, o que afastou o torcedor dos jogos. Em dias de pico, o público chegou a 700 torcedores somente. Bem diferente dos anos anteriores, quando mais de 2000 torcedores sempre estavam nos jogos, dando renda para a equipe.

A falta de patrocínio foi outro fator decisivo. Com uma dívida herdada de 46 milhões de reais, o prefeito Renato de Castro não teve condições de patrocinar o time, pois teve que  socorrer áreas críticas, como a sáude. 

Mesmo a quantia oferecida pela atual gestão de 100 mil reais, foi rejeitada pela diretoria por pressões políticas do lado derrotado, que no entanto, não supriu a equipe com recursos necessários para permanência na elite do futebol goiano.

0
0
0
s2sdefault