campanhaCartaz da Campanha da Fraternidade 2017.

A Campanha da Fraternidade 2017 discutirá os biomas brasileiros. O tema deste ano é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da visa” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15)
 
A Campanha é uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e de acordo com a instituição, terá como uma proposta principal dar uma ênfase maior a diversidade de cada bioma e criar as relações respeitosas com a vida e a cultura de todos os povos que neles habitam, especialmente à luz do Evangelho. 
 
Em Goiás, a Igreja vai discutir, durante as missas e eventos religiosos, a preservação do cerrado e a relação das pessoas com o meio ambiente.
 
veredaIgreja Católica em Goiás vai discutir a preservação do Cerrado.
 
O tema deste ano, de acordo com a CNBB, teve como referência um documento escrito pelo Papa Francisco. Em sua encíclica sobre meio ambiente, lançada em 2015, o líder religioso culpou a "humanidade" pelo aquecimento do planeta e ainda afirmou temer que o controle pela água por parte das grandes empresas mundiais termine por provocar uma guerra neste século.
 
"É previsível que o controle da água por parte de grandes empresas mundiais se converta em uma das principais fontes de conflitos deste século", escreveu o pontífice da carta.
 
Francisco pediu na encíclica "mudanças do estilo de vida", e acusa as potências e suas indústrias de fazer um "uso irresponsável" dos recursos.
 
0
0
0
s2sdefault
 
+ Jogos realizados: 35.
 
 
+ Gols marcados: 72.
 
 
+ Média de gols: 2,05 por partida.
 
 
+ Principais artilheiros: 1º Léo Gamalho (Goiás) 7 gols. 2º Gilmar (Itumbiara), Robert (Aparecidense) e Saulo (Rio Verde) 4 gols. 3º Moisés (Vila Nova) e Nonato (Goianésia) 3 gols. 4º Tozin e Clécio (Aparecidense), Wallyson e Wesley Matos (Vila Nova), Rafael Morisco e Frontini (Crac), Yago Amaral (Iporá), Jorginho (Atlético) e Michael (Goianésia) 2 gols.
 
 
+ Gols contra: 2 – Rafael Araújo (Itumbiara) à favor do (Atlético) e Furlan (Anápolis) à favor do (Vila Nova).
 
 
+ Jogador com o maior número de Rodadas na artilharia principal: Léo Gamalho (Goiás) 6 Rodadas.
 
 
+ Jogador que marcou o maior número de gols em 1 única partida: Gilmar (Itumbiara) no jogo Atlético 3x3 Itumbiara (5ª Rodada (Última) do 1º Turno) 3 gols.
 
 
+ Times que menos perderam: Vila Nova, Iporá, Goianésia e Rio Verde 1.
 
 
+ Equipes que mais perderam: Atlético, Aparecidense, Crac, Itumbiara, Goiás e Anápolis 2.
 
  
+ Times que ainda não venceram: 3 = Anápolis, Itumbiara e Crac.
 
 
+ Equipes que mais empataram: Itumbiara, Rio Verde, Anápolis, Iporá, Goianésia e Crac 5.
 
 
+ Times que menos empataram: Atlético, Vila Nova, Goiás e Aparecidense 2.
 
  
+ Equipes que mais marcaram gols: Aparecidense 11; Vila Nova e Goiás 10.
 
 
+ Times que menos marcaram gols: Anápolis 3; Iporá 5; Crac, Itumbiara e Atlético 6.
 
 
+ Equipes que menos sofreram gols: Vila Nova, Iporá e Atlético 5.
 
 
+ Times que mais sofreram gols: Rio Verde, Crac e Itumbiara 9.
 
 
+ Total de resultados diferentes que aconteceram: 10.
 
 
+ Resultados que mais aconteceram: 1x1 – 9 vezes; 1x0 – 7 vezes; 0x0 – 6 vezes.
 
 
+ Total de expulsões: 10.
 
 
+ Equipes que já tiveram jogador expulso: 7 = Goiás (Victor Bolt); Rio Verde (Ramon); Iporá (Johnny); Crac (Guaraci, Gilberto e Frotini); Itumbiara (Mateus Magro e Alex Santos); Vila Nova (Wesley Matos); Goianésia (Bruno Henrique).
 
 
+ Total de advertências com o cartão amarelo: 165.
 
 
+ Times com o maior número de advertências com o cartão amarelo: Aparecidense 25; Atlético e Goiás 19.
 
 
+ Equipes com o menor número de advertências com o cartão amarelo: Goianésia 11; Vila Nova e Anápolis 12.
 
 
+ Times que ocuparam a liderança da 1ª Fase: 1= Vila Nova (7 Rodadas).
 
 
+ Equipes que figuraram na faixa de classificação à Fase Semifinal: 7 = Vila Nova e Goiás (7 Rodadas); Atlético (6 Rodadas); Aparecidense (3 Rodadas); Crac e Iporá (2 Rodadas); Goianésia (1 Rodada).
 
 
+ Times que figuram na faixa do rebaixamento: 5 = Anápolis (6 Rodadas); Crac (3 Rodadas); Rio Verde (2 Rodadas); Atlético e Aparecidense(1 Rodada).
 
 
+ Equipes que ocuparam a lanterna da 1ª Fase: 4 = Anápolis (3 Rodadas);  Crac (2 Rodadas); Atlético e Aparecidense (1 Rodada).
 
 
+ Confronto de pontos entre os grupos na 1ª Fase: Times do Grupo A 43 x 43 Times do Grupo B. 
 
 
+ Times que venceram fora de casa: 4 =  Vila Nova 2; Atlético, Goiás e Aparecidense 1.
 
estatistica 
 
+ Equipes que perderam em casa: 5 = Iporá, Aparecidense, Goianésia,  Goiás e Anápolis 1.
 
 
+ Goleada aplicada: 1 (Vila Nova 3x0 Anápolis – 2ª Rodada do 1º Turno da 1ª Fase).
 
 
+ Pênaltis assinalados: 14 (11 convertidos; 3 desperdiçados).
 
 
+ Times que mais tiveram pênalti a favor: Crac, Itumbiara e Goiás 3.
 
 
+ Equipes que menos tiveram pênalti à favor: Anápolis, Atlético, Goianésia e Iporá 0.
 
 
+ Times que mais cometeram pênalti: Atlético 4; Aparecidense e Rio Verde 3.
 
 
+ Equipes que menos cometeram pênalti: Anápolis, Crac e Goianésia 0. 
 
 
+ Jogadores que marcaram gol de pênalti: Gilmar (Itumbiara) 3; Frontini (Crac), Saulo (Rio Verde) e Léo Gamalho (Goiás) 2; Hiroshi (Vila Nova) e Nino Guerreiro (Crac) 1. 
 
 
+ Jogadores que desperdiçaram pênalti: Tozin (Aparecidense) 2; Léo Gamalho (Goiás) 1.
 
 
+ Goleiro que defendeu pênalti: nenhum.
 
 
+ Total de árbitros que apitaram: 11.
 
 
+ Árbitros que mais apitaram: Eduardo Tomaz e Elmo Resende 5 jogos; Wílton Sampaio, Jefferson Ferreira, Bruno Rezende, Breno Souza e André Luiz Castro 4 jogos.
 
 
+ Árbitros que expulsaram: Elmo Resende 4; Bruno Rezende 2; André Luiz Castro, Eduardo Tomaz, Wílton Sampaio e Fabrício Nery 1.
 
 
+ Árbitros que mais advertiram com o cartão amarelo: Elmo Resende 32; Eduardo Tomaz 25; Breno Souza 24.
 
 
+ Árbitros que mais assinalaram pênalti: Eduardo Tomaz 4; Elmo Resende, Breno Souza e André Luiz Castro 3.
 
 
+ Total de assistentes que trabalharam: 22.
 
 
+ Assistentes que mais trabalharam:  Fabrício Vilarinho 6 jogos; Bruno Pires  5 jogos; Edson Antônio, Leone Carvalho, Hugo Correa, Paulo César Almeida, Hederson Leão, Adaílton Fernando, Márcio Soares, Cristhian Passos e Alexandre Amaral 4 jogos.
 
 
+ Total de quartos árbitros que trabalharam: 16.
 
 
+ Quartos árbitros que mais trabalharam: Guilherme Gil, Anderson Gonçalves e Rubens Paulo dos Santos 4 jogos.
 
 
+ Goleiros menos vazados: Wendell (Vila Nova), Cleriston (Iporá) e Kléver (Atlético) = média de 0,71 por partida, 5 gols sofridos em 7 partidas realizadas.
 
 
+ Goleiros mais vazados: Tom (Rio Verde) e Rodrigo Calaça (Itumbiara) = média de 1,28 por partida, 9 gols sofridos em 7 partidas realizadas.
 
 
+ Times que trocaram de técnico: 3 = Anápolis (após a 2ª Rodada do 1º Turno, saiu Charles Fabian, 2 jogos, aproveitamento de 16,66%, entrou Caio Autuori, 3 jogos, aproveitamento de 33,33%, entrou Alexandre Grasseli (interino), 1 jogo, aproveitamento de 33,33%, entrou Waldemar Lemos); Crac (após a 5ª Rodada (Última) do 1º Turno, saiu Lucho Nizzo, 5 jogos, aproveitamento de 20,00%, entrou Alexandre Barroso) e Rio Verde (após a 1ª Rodada do 2º Turno, saiu Edson Porto, 6 jogos, aproveitamento de 27,77%, entrou Régis Amarante).
 
 
+ Total de jogadores que já participaram do Campeonato: 226.
 
 
+ Times que mais utilizaram jogadores: Crac 27; Vila Nova e Aparecidense 24.
 
 
+ Equipes que menos utilizaram jogadores: Iporá 18; Itumbiara 20; Anápolis e Atlético 22.
 
 
+ Total de público pagante da 2ª Rodada do 2º Turno da 1ª Fase: 7.325.  
 
 
+ Média de público pagante da 2ª Rodada do 2º Turno da 1ª Fase: 1.465.
 
 
+ Total de público pagante do Campeonato: 110.132.
 
 
+ Média de público pagante do Campeonato: 3.146(-12,87% em relação a 2016).
 
 
+ Total arrecadado bruto da 2ª Rodada do 2º Turno da 1ª Fase: R$ 128.185,00.
 
 
+ Média de renda da 2ª Rodada do 2º Turno da 1ª Fase: R$ 25.637,00.
 
 
+ Total de renda bruta do Campeonato: R$ 2.001.490,00.
 
 
+ Média de renda do Campeonato: R$ 57.185,42 (-26,88% em relação a 2016).
 
 
+ Maiores públicos pagantes: 10.000 nos jogos Itumbiara 1x1 Aparecidense, na quarta-feira, dia 1º de fevereiro; Itumbiara 0x0 Rio Verde, no domingo, dia 5 de fevereiro e Itumbiara 0x0 Anápolis, no domingo, dia 19 de fevereiro, todos no Estádio JK em Itumbiara.
 
 
+ Menor público pagante: 142 no jogo Aparecidense 3x1Crac, no domingo, dia 12 de fevereiro no Estádio Aníbal Batista de Toledo em Aparecida de Goiânia.
 
 
+ Maiores rendas: R$ 200.000,00 nos jogos Itumbiara 1x1 Aparecidense, na quarta-feira, dia 1º de fevereiro; Itumbiara 0x0 Rio Verde, no domingo, dia 5 de fevereiro e Itumbiara 0x0 Anápolis, no domingo, dia 19 de fevereiro, todos no Estádio JK em Itumbiara.
 
 
+ Menor renda: R$ 1.420,00 no jogo Aparecidense 3x1 Crac, no domingo, dia 12 de fevereiro no Estádio Aníbal Batista de Toledo em Aparecida de Goiânia.
 
 
Autor: Roberto Sampaio
Fonte: Coordenadoria Técnica / FGF
0
0
0
s2sdefault
 
novosauxiliares
Goiânia - Além do novo secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) de Goiás, Ricardo Balestreri, outros auxiliares da gestão estadual foram empossados nesta quarta-feira (1º/3) pelo governador em exercício, José Eliton. 
 
De acordo com o Governo de Goiás, o suplente de deputado federal Sandes Junior assume a Secretaria Extraordinária. Ex-prefeito de Catalão e ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Jardel Sebba será o chefe do Gabinete de Gestão da Governadoria. 
 
O ex-vereador Denício Trindade será o presidente da Centrais de Abastecimento do Estado de Goiás (Ceasa-GO) e o seu atual dirigente, Edivaldo Cardoso, passará a comandar a Agência Brasil Central (ABC), voltada para o setor de comunicação social.
 
Economista e presidente da ABC, Humberto Tannús assume a vice-presidência da Celg GT. O ex-deputado Antônio Faleiros será presidente da Iquego.
 
Fonte: A Redação
0
0
0
s2sdefault

novoFoto: SINPOL-DF

Goiânia - Novo secretário de Segurança de Goiás, o professor e historiador Ricardo Balestreri será apresentado pelo governador Marconi Perillo nesta sexta-feira (23/2). Marconi e o novo auxiliar atenderão a imprensa em entrevista coletiva agendada para 10h, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. A posse, segundo o governador, será no dia 1º de março.

"Profissional altamente qualificado e respeitado em todo o País", diz Marconi sobre o novo secretário. Balestreri é especialista na área, foi secretário nacional de Segurança Pública e modernizou a Força Nacional. Ele também criou a Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública (Renaesp).

Ricardo Balestreri assume o lugar ocupado interinamente pelo coronel Edson Costa, que conduziu a pasta desde que o vice-governador José Eliton deixou o cargo.

0
0
0
s2sdefault

presídio

Goiânia -Quatro detentos morreram e pelo menos 35 ficaram feridos durante a rebelião registrada nesta quinta-feira (23/2) na Penitenciária Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia. A informação foi confirmada ao jornal A Redação pelo Corpo de Bombeiros, acionado para socorrer as vítimas e também para controlar o incêndio registrado durante o motim. 

Entre os mortos está o traficante Thiago César de Souza, conhecido como Thiago Topete, considerado um dos mais traficantes do Estado de Goiás. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), o homicídio aconteceu depois de uma desavença entre presos de alas separadas. A lista com os nomes dos outros mortos ainda não foi divulgada.
 
Segundo os bombeiros, seis detentos precisaram ser transferidos para unidades de saúde. Cinco foram levados para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e um para o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). 
 
Em nota, a SSPAP informou que não houve reféns e nenhum servidor foi atingido. 
 
0
0
0
s2sdefault