nacoitanNaçoitan Leite exibe diploma de prefeito | Foto: reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), à unanimidade, seguindo o voto do Juiz Fabiano Abel de Aragão, reformou sentença da justiça eleitoral do município goiano de Iporá, na região Oeste do Estado, que cassou a candidatura de Naiçotan Leite (PSDB), eleito prefeito da cidade nas eleições de 2016.

O colegiado entendeu que não teria ficado configurado o uso de bens e serviços da Prefeitura Municipal de Iporá, que fica a 216 quilômetros da capital, na campanha do atual prefeito do município.

De acordo com o advogado Dyogo Crosara, que representou o político no processo, entendeu-se que não existem provas de que ele tenha praticado qualquer ilícito eleitoral ou mesmo de que a máquina pública tivesse o beneficiado nas eleições.

Em novembro de 2016, um juiz de primeiro grau acolheu ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral, que acusou o então prefeito de Iporá, Danilo Gleic (PSDB), de abuso do poder político para beneficiar a candidatura de Naçoitan Leite.

Gleic teria gastado mais com publicidade em 2016 que nos últimos três anos juntos, promovido a distribuição de bens, serviços e benefícios em pleno ano eleitoral e, ainda, teria feito uma revisão geral da remuneração dos servidores públicos. O aumento de salário, concedido nos 180 dias anteriores às eleições, é maior que o reajuste pela inflação.

Também envolvido na ação, o secretário Donizete Vieira de Souza teria prestado serviços ao comitê de campanha de Naçoitan Leite durante o horário de expediente, o que é proibido pela lei eleitoral. Todos os quatro envolvidos foram considerados inelegíveis por oito anos e condenados a pagar multas.

0
0
0
s2sdefault

2160Juiz André Lacerda diplomou Renato e agora faz a sua cassação por abuso de poder econômico na disputa contra Jalles Fontoura.

O juiz André Lacerda, da 74ª Zona Eleitoral de Goianésia, cassou a candidatura do prefeito do município, Renato de Castro (PMDB), tarde dessa terca-feira, 09. O prefeito e seu vice foram condenados por abuso do poder econômico e fraude.

Cabe recurso da decisão e Renato de Castro permanece no cargo. Segundo informações levantadas, Renato entrará com recurso nesta quarta, 10 no TRE-GO, contra a decisão.

Interessante falar em abuso de poder econômico em uma cidade como Goianésia, onde a aplicação volumosa dos recursos financeiros sempre estiveram presentes nos pleitos municipais.

Em 2012, o então candidato Jalles Fontoura (PSDB), também teve processo eleitoral contra o abuso de poder econômico e sofreu denúncia do Ministério Público. Mas a Justiça Eleitoral absolveu Jalles.

Agora em 2016, quando acontece uma vitória histórica do PMDB sobre  um grupo político e econômico, a Justiça Eleitoral se posicionou de forma diferente e decidiu por acatar as denúncias feitas de que o prefeito de Goianésia, Renato de Castro, durante campanha política, cometeu abuso de poder econômico, quando concorreu com o ex-prefeito do PSDB.

E mais: o prefeito vem com aprovação popular da sua administração de mais de 70%, assumindo uma prefeitura cheia de dívidas e com o salário de dezembro atrasado. 

Comentários na cidade apontam também sobre as ações do vice-prefeito Carlos Veículos na trama com a oposição derrotada, que resultou no processo de cassação. 

 

0
0
0
s2sdefault

musa

Andressa Jordana é a nova Musa do Goianão! Representante do Goianésia, a gata de 24 anos desbancou as outras sete candidatas e fica com a coroa em 2017. Ele recebeu 58% dos mais de 400 mil votos nesta edição do concurso.

A disputa foi aberta no dia 5 de abril e encerrada às 12h30 deste sábado, véspera da final do Campeonato Goiano entre Goiás e Vila Nova. Em segundo lugar ficou a representante do Vila Nova, Brendha Boticelle, com 15% dos votos. Mayara Carrijo, do Goiás, completou o pódio, com 12%.

Esta foi a quinta edição do concurso Musa do Goianão, a primeira conquistada pelo Goianésia. Nenhum clube conseguiu vencer mais de uma vez. Em 2013, Hélika Rios faturou o título pelo Goiás. No ano seguinte, a vencedora foi Michelle Asevedo, do Vila Nova. Em 2015, a coroa ficou com Audilâni Martins, representante do Grêmio Anápolis. No ano passado, Skarllet Rosendo, do Atlético-GO, foi a mais votada.

MUSA DO GOIANÃO 2017 - RESULTADO FINAL

1 - Andressa Jordana (Goianésia)
2 - Brendha Boticelle (Vila Nova)
3 - Mayara Carrijo (Goiás)
4 - Jussara Ávila (Anápolis)
5 - Myllena Andrade (Aparecidense)
6 - Christiana Carvalho (Atlético-GO)
7 - Sarah Caroliny (Iporá)
8 - Bruna Morais (Rio Verde)

0
0
0
s2sdefault
enemAs provas do Enem serão aplicadas nos dias 5 e 12 de novembro (Foto: Portal Brasil)
As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 começaram às 10h desta segunda-feira (8) e terminam às 23h59 do dia 19 de maio, pelo site do Enem. A prova será realizada em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.
 
No primeiro domingo, os estudantes farão provas de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo, as provas serão de matemática e ciências da natureza.
 
A taxa de inscrição para o Enem 2017 é de R$ 82, que deve ser paga até o dia 24 de maio. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.
 
Os resultados das provas poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
0
0
0
s2sdefault

baner

O Sebrae realizará entre 8 e 13 de maio a Semana do Microempreendedor Individual (MEI). O foco é atender todas as pessoas interessadas em formalizar uma atividade, receber orientações, atendimentos e participar de capacitações específicas para empreendimentos que podem alcançar um faturamento de até R$ 60 mil/ano.

O evento é voltado para potenciais empreendedores e empreendedores que já se formalizaram. Eles podem aproveitar para regularizar pendências da empresa, como o preenchimento da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-MEI), a emissão de boletos mensais do Documento de Arrecadação Simplificada (DAS-MEI), e alterações ou baixa do CNPJ. Quem ainda não é MEI e quer se formalizar também contará com a ajuda da instituição. Em caso de dúvidas, os técnicos do Sebrae estarão disponíveis para consultas e orientações empresariais.

O Sebrae conta com parceiros fundamentais para realizar a semana do MEI, com destaques para as entidades empresariais, Sistema "S", instituições e órgãos municipais (prefeituras), estaduais e federais, instituições financeiras e todas as 13 entidades que compõem o Conselho Deliberativo Estadual (Agência Goiás Fomento, AGPE, BB, Caixa, Fieg, Facieg, Faeg, Fecomercio, FCDL, SED, Segplan, UFG e Sebrae).

O Brasil já possui cerca de 6,7 milhões de MEI, dos quais cerca de 245 mil estão em Goiás. "Em sete anos de existência o MEI já responde por milhões de novos negócios no Brasil. São números extremamente significativos, pois mudaram a realidade de milhares de pessoas que puderam abrir o seu negócio e que, em certos casos, puderam ofertar mais uma vaga de emprego. Se calcularmos que cada MEI pode empregar uma pessoa, só aí já são perto de 12 milhões de pessoas trabalhando na economia formal.

A semana será bem movimentada e o Sebrae e parceiros vão levar todos os seus serviços ao público para apoiá-lo com informações e orientações que contribuam com o seu negócio, além de ser uma oportunidade para os empreendedores se atualizarem sobre seus benefícios e obrigações. Montenegro lembra que, "a figura jurídica do microempreendedor individual, aquele que fatura até R$ 60 mil/ano, tem sua base legal na lei complementar 128/2008 que criou a figura do Microempreendedor Individual (MEI), em vigor desde 1/7/2009.

Ele é o trabalhador conhecido como informal e que pode se tornar um Microempreendedor Individual legalizado e passar a ter o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), o que proporciona a formalização do seu negócio e esta pessoa conquistou sua cidadania empresarial, além de ter o CNPJ, ele pode emitir nota fiscal e obter crédito com taxas mais acessíveis", completa Montenegro.

Em Goianésia, a programação é a seguinte:

Dia 10 de maio - Sebrae - Prefeitura de Goianésia

09:00 às 10:00 -  Palestra "Tudo o que você precisa saber para trabalhar como Microempreendedor Individual"

11:00 às 16:00 -  Atendimento especializado ao Microempreendedor Individual (orientação, formalização, emissão de boleto, baixa, declaração, alteração)

19:00 às 23:00 - Oficina SEI Controlar o Meu Dinheiro - Aprenda a fazer o controle de caixa do seu negócio, controlando todas as entradas e saídas, contas a receber e a pagar e caixa futuro. 

Inscrições:

Nilton - agente do Negócio a Negócio (62) 98413-7122

Sebrae Goianésia (62) 3389-7400

 



0
0
0
s2sdefault