sebrae

0
0
0
s2sdefault

Vereadores

Os vereadores que compõem a mesa diretora da Câmara Municipal de Goianésia, Temal Carrilho (presidente, PSDB), Heverton Fonseca (vice-presidente, Solidariedade) e Jota Carlos (1º secretário, PP), além de alguns assessores, estão participando em Foz do Iguaçu (PR), da 21ª Conferência dos Legisladores e Legislativos estaduais.

O evento reúne parlamentares como deputados e vereadores de todo o país, possibilitando um intercâmbio entre as diferentes casas de leis.

Fonte: Site Câmara Municipal de Goianésia

0
0
0
s2sdefault

jalles3

Após a derrota de Jalles Fontoura para Renato de Castro, na eleição passada em Goianésia, onde realizou uma administração desastrosa, Jalles insiste em continuar na política e conviver diariamente com um dilema: ser vaiado ou desprezado; ser apupado ou ignorado.

E foi o que aconteceu em recente evento realizado em Goianésia, dia 07, para entrega de Cheques Moradias, com a presença do Governador Marconi Perillo, Prefeito Renato de Castro, deputados, vereadores e, na maioria, correligionários do PSDB. Jalles foi ao evento e não foi vaiado, mas, desprezado e ignorado pela multidão.

Seu nome foi anunciado. Nenhuma manifestação. Nem vaia, nem aplauso. Foi como se tivesse dado a hora. Os nomes dos demais políticos foram anunciados: palmas. Palmas de pé. Inclusive para o prefeito Renato de Castro e o ex-prefeito Otavinho. O contraste foi humilhante para Jalles. Foi um silêncio gritante, inclusive foi notório no rosto de Jalles, o constragimento no momento que foi anunciado seu irmão Otavinho.

O goianesiense parece ter compreendido que Jalles Fontoura representa o passado, muito obscuro para o Goianésia. Parafraseando o Reverendo Martin Luther King, iremos lembrar de parte da frase que ele usou em seu discurso em Atlanta quando disse: “Os bons estão calados (…)”. Há quem não queira calar!”.

0
0
0
s2sdefault

jalles

Sem moral e incompentente, a gestão do governador Marconi Perillo (PSD) e de seus auxiliares só funciona na base da pressão. Depois de muitas ameaças de municipalização, o presidente da Saneago, Jalles Fontoura, esteve finalmente em Anápolis para anunciar investimentos para evitar a falta de água no município.

“Aqui em Anápolis haverá um investimento de R$ 103 milhões no Sistema Capivari, e outros R$ 15 milhões para realizar as ações emergenciais para não faltar água este ano”, disse Jalles. Por conta da incompetência da Saneago, Anápolis sofre todos os anos com a seca no município.

Irritado com a falta de soluções, o prefeito Roberto do Órion (PTB) fez reiteradas ameaças de que romperia o contrato para municipalizar a água, a exemplo de outras cidades goianas que fizeram e conseguiram resolver o problema. Uma das cidades visitadas foi Catalão, no Sul do Estado, administrada pelo ex-deputado Adib Elias (PMDB).

Depois da visita ao peemedebista, Roberto foi atendido. Em sua coletiva, Jalles passou o recibo do medo do governo e disse que a municipalização dos serviços de saneamento não é a solução para a cidade. “A Saneago tem um conhecimento acumulado nessa área de água e esgoto”, afirmou o presidente da empresa.

Fonte: Goias Real

0
0
0
s2sdefault

fabiano1

Secretário Fabiano Lopes vem realizando um trabalho de excelência frente a pasta.

A Prefeitura Municipal de Goianésia, através da Secretaria de Infraestrutura, está realizando uma série de serviços que está transformando a cara da cidade. Um problema ocasionado pela antiga administração, a ciclovia, está sendo solucionado, através de um trabalho que vem sendo realizado desde o começo da administração. Praças estão sendo reformadas, lâmpadas trocadas, estradas rurais em bom estado, além do recapeamento asfáltico que inicia na próxima semana.

O Secretário de Infraestrutura, Fabiano Lopes, falou que medidas como estas são de fundamental importância para a população. “Todo mundo quer ver a cidade bem estruturada e com os problemas solucionados, estamos trabalhando dia a dia. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais o aspecto do nosso município”, finalizou.

0
0
0
s2sdefault