GPT de Goianésia apreende drogas avaliadas em R$ 180 mil reais

Divulgação/PMDivulgação/PM

Durante patrulhamento pela região norte de Goianésia, nas proximidades do 23º Batalhão da Polícia Militar - BPM, o Grupo de Patrulhamento Tático - GPT - Bravo, avistou elementos em atitudes suspeitas no interior de um Gol branco, assim, foi realizada a abordagem seguida de busca pessoal e veicular, encontrando uma grande quantidade de dinheiro no bolso de um rapaz de 20 anos.

De acordo ainda com a polícia, na busca veicular nada foi encontrado, porém, ao ser questionado, o suspeito demonstrou muito nervosismo e não soube explicar a origem do dinheiro, cerca de R$ 3.160, o que chamou a atenção dos policiais.

Em seguida, os militares começaram a dialogar com o segundo suspeito, um jovem de 19 anos, que por sua vez afirmou que havia adquirido uma porção de cocaína do rapaz e que em seu estabelecimento estaria guardando o restante da droga, pois o suspeito o havia mostrado.

Diante da confissão do segundo suspeito, os PM’s deslocaram até o estabelecimento comercial do primeiro, onde se depararam com um funcionário, um adolescente de 17 anos, que havia retirado a droga de dentro da cozinha e colocado em uma bolsa de bebê, em outro cômodo do comercio.

A diligência culminou na apreensão de dois tabletes e três papelotes de cocaína, pesando pouco mais de dois quilos, além de dois tabletes de crack, pesando quase 1,5 kg, e uma balança de precisão. De acordo com a polícia, o suspeito relatou que toda droga apreendida totaliza aproximadamente R$ 180 mil.

Diante do flagrante, o suspeito confessou que estaria traficando drogas há cerca de dois meses, sendo que estaria vendendo para uma facção criminosa conhecida como “Comando Vermelho”.

Todo material apreendido foi levado para a Delegacia de Polícia juntamente com os dois rapazes e o adolescente.

0
0
0
s2sdefault

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados