Após demitir comandantes das Forças Armadas, novo ministro celebra golpe de 64

..

O novo ministro da Defesa, Walter Braga Netto, divulgou nesta terça-feira (30) um texto chamado "Ordem do Dia Alusiva ao 31 de Março de 1964" enaltecendo o papel que ele classificou de "pacificar o país" realizado pelas Forças Armadas naquele ano, quando os militares foram protagonistas no que os historiadores chamam de golpe de Estado que derrubou o governo constitucional do presidente João Goulart.

A derrubada de João Goulart, que realmente contou com apoio de setores da sociedade, levou a uma ditadura de 21 anos, período marcado por crimes contra a democracia, a liberdade de imprensa e os direitos humanos.

Governos municipais e estaduais sofreram intervenção. Com o Ato Institucional nº 5 , o AI-5, o, promulgado e em 1968, o presidente da República podia em caráter excepcional e, portanto, sem apreciação judicial, a: decretar o recesso do Congresso Nacional; intervir nos estados e municípios; cassar mandatos parlamentares; suspender, por dez anos, os direitos políticos de qualquer cidadão; decretar o confisco de bens considerados ilícitos; e suspender a garantia do habeas-corpus.

 O período foi marcado por repressão à imprensa e movimentos sociais. 

0
0
0
s2sdefault

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados