Departamento de Limpeza orienta sobre descarte do lixo doméstico durante pandemia

8aef7bc0 0732 40d7 b503 faf0a7b57f718aef7bc0 0732 40d7 b503 faf0a7b57f71

Cuidados são essenciais para preservar a saúde dos coletores e agentes de limpeza

Em meio às prevenções para enfrentamento do coronavírus, o Departamento de Limpeza de Goianésia manteve os serviços de limpeza pública, essenciais para a saúde da população da cidade. Porém, alerta sobre alguns cuidados com os resíduos, visando proteger a saúde dos agentes de limpeza.

A orientação é que o cidadão se atente ao dia e horário em que o caminhão da coleta passa e acondicione os resíduos em sacos resistentes, próprios para lixo. A recomendação ainda inclui as luvas e máscaras.

Segundo o diretor do departamento, Júlio César, as luvas e máscaras podem ser colocadas em sacos duplos e devem ser descartadas no mesmo local que o lixo comum, para que todo o material seja encaminhado ao Aterro Sanitário.

‘Nossos colaboradores estão trabalhando para manter a cidade limpa, mesmo em meio a toda essa crise, por isso devemos protegê-los", reforça o diretor do departamento de limpeza.

Materiais cortantes

Para descartar os materiais perfuro-cortantes, como vidros, agulhas, metais, entre outros, que possam ocasionar cortes ou perfurações - propensos também à contaminação dos profissionais, é necessário que todos esses objetos estejam bem embalados. Fazer isso é simples, basta:

1 - Envolver bem os pedaços de vidro em várias folhas de jornal ou plástico bolha, colocando-os em uma caixa de papelão.

2 - Corte uma garrafa pet e deposite os pedaços de vidro. Em seguida, utilize a parte superior da garrafa para fechá-la. É necessário vedá-la com uma fita adesiva.

3 - Caso o vidro seja reciclável, como embalagens de bebidas, alimentos ou cosméticos, verifique o dia da coleta seletiva em seu bairro e descarte o material junto com o lixo limpo, porém escreva no pacote que contém VIDRO.

Confira as recomendações para residências onde há pessoas com sintomas ou que foi diagnosticado com o novo coronavírus:

  • Separar uma lixeira de uso exclusivo da pessoa infectada ou suspeita no cômodo reservado para ela.
  • Não separar mais o lixo reciclado do lixo comum.
  • Usar dois sacos para acondicionar o lixo e não esquecer de fechá-los e lacrá-los bem.
  • Uma pessoa não infectada deve retirar o saco do cesto pelo lado de fora e fechá-lo de forma que não vaze nem ar nem líquidos, para que o vírus fique dentro do saco de lixo.
  • Higienizar pontos de contatos, como alças e tampas de lixeiras.
  • Colocar os sacos para a coleta de acordo com os dias que o caminhão passa na sua rua.
0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados