Coincidência e contradição: Com discurso bem longe da prática, Deputado Humberto Teófilo cobra lisura de prefeituras

Deputado Humberto Teófilo (PSL): Flagrante nele!Deputado Humberto Teófilo (PSL): Flagrante nele!

Depois de fazer política em várias cidades do Estado, no início deste mês, na busca de votos para 2022, o deputado estadual Humberto Teófilo (PSL) esteve em Goianésia e anunciou apoio ao pré-candidato a prefeito, delegado Marco Antônio (PSDB).

Curiosamente, depois de sair "apoiando" pelo Estado candidatos contra prefeitos que estão em reeleição,  entrou na Justiça contra 33 municípios esta semana, entre eles Goianésia, pedindo informações sobre as despesas efetuadas com a pandemia do novo coronavírus.

O deputado Humberto Teófilo teve 51 votos em Goianésia na sua eleição. Não representa o Município. Está na sua função de fiscalizar, mas causou-nos estranheza a sua '"preocupação" com a cidade e a sua contradição em preocupar com a lisura da gestão pública, uma vez que o seu discurso não se alinha com a prática da sua vida nem de sua família. 

Em reportagem veiculada no Diário da Manhã do dia 03/07, a mãe do deputado foi identificada como beneficiária do auxílio emergencial da Covid-19, que repassa mensalmente R$ 600 às pessoas em situação de vulnerabilidade. Na consulta ao site da Caixa Econômica, Adriana Batista de Menezes teve seu benefício aprovado, após a abertura do processo, ocorrido no dia 23 de abril e já teria recebido duas parcelas do auxílio.

O pai do deputado e ex-vereador, Amarildo Pereira foi acusado pelo Ministério Público, no último mês, pelo crime de corrupção quando era Presidente da Câmera Municipal de Goiânia. Se condenado terá de devolver aos cofres públicos R$ 1,87 milhão. 

Outra investigação noticiada na reportagem do Diário da Manhã,  envolvendo a família de Teófilo, diz respeito ao uso de cartões clonados na Bahia por Rodrigo de Menezes Machado, irmão do deputado. O crime foi cometido para pagar despesas em Arraial d’Ajuda e Salvador.

O deputado e delegado da Polícia Civil de Goiás foi eleito através de seu discurso na área de segurança pública e no “jogo duro contra bandidos”. Na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) ele é conhecido pelo bordão “Flagrante neles!”, contudo seu histórico familiar está bem contraditório.

Faze politicagem em tempos de pandemia é definitivamente desnecessário. Ainda bem que existe a imprensa séria e comprometida para dar um 'flagrante nele". 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados