Coronavírus: Sobe para 9, o número de casos confirmados em Goiás

Funcionários do Lacen fazem exame para detectar ou descartar a presença do vírus. (Foto: Reprodução / SES)

A Secretaria de Estado de Sáude de Goiás (SES-GO) informou na tarde desta terça-feira, 17, que já são 9 casos confirmados de coronavírus em Goiás. Mas o Estado ainda contabilizou a terceira paciente infectada em Rio Verde, que testou positivo para o COVID-19. 

O número de casos suspeitos saltou para 162. Outros 53 foram descartados, com resultados negativos para o vírus. 

Dos 9 casos, 5 são em Goiânia, 2 em Anápolis e 2 em Rio Verde. 

Com informações de O Popular

0
0
0
s2sdefault

FGF antecipa jogos do Goianão 2020

A Federação Goiana de Futebol emitiu Portaria na tarde de hoje (16) antecipando os jogos do Goianão 2020.  A decisão visa acompanhar as medidas protetivas contra o coronavírus. 

De acordo com a Portaria 009/2020 emitida pela Federação Goiana de Futebol, as duas últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Goiano 2020 serão antecipadas e os jogos deverão ser realizados com PORTÕES FECHADOS.

Para o Goianésia Esporte Clube, ficou assim definido as 2 últimas rodadas da primeira fase:

*11ª Rodada*

Grêmio Anápolis x Goianésia
19/03 (quinta-feira) as 15:30 hs no Estádio Jonas Duarte

*12ª Rodada*

Goianésia x Goiás
22/03 (domingo) as 16 hs, no Estádio Valdeir de Oliveira

Os representantes dos 8 clubes classificados à fase de quartas-de-final se reunirão na sede da FGF no dia 23/03 para definição do andamento da competição.


0
0
0
s2sdefault

Coronavírus: Seguindo Estado, Goianésia vai decretar situação de emergência em saúde publica

O Governo de Goianésia realizou uma reunião na manhã dessa terça-feira (17) e vai decretar situação de emergência no município, atendendo o decreto 9633 do Governo de Goiás, do dia 13 de março, que decretou a situação de emergência no Estado, com o objetivo de conter a disseminação do coronavírus. 

Confira as principais determinações que vão ocorrer:

1 - Suspensão das aulas em todos os níveis educacionais, a partir do dia 18/03, por 15 dias, podendo este prazo ser prorrogável;

2 - Cancelamento de todos os eventos que geram aglomeração de pessoas; eventos em clubes e espaços de lazer estão suspensos imediatamente;

3 - Bares, lanchonetes, restaurantes e sorveterias devem realizar preferencialmente, o atendimento no balcão. Em caso de mesas, que elas fiquem 1,5 m de distância uma das outras;

4 - Supermercados, lojas, academias e feiras, devem intensificar o uso de medidas de prevenção entre funcionários e clientes, disponibilizando álcool em gel e higienizando os ambientes com maior frequência. 

5 - Suspensão de visitas a asilos, penitenciárias e hospitais;

6 - O atendimento na UPA será apenas para casos de urgência e emergência. Os demais pacientes com cartão AZUL deverão ser encaminhados para umas das 22 unidade estratégicas de saúde familiar no Município;

7 - Suspensão de todas as atividades que envolvam grupos, como Creche do Idoso, Projeto Conviver, Centro de Reabilitação e Academia da Saúde.

O prefeito de Goianésia, Renato de Castro, disse durante reunião com o secretariado, que todas as medidas seguem as recomendações do Sociedade Brasileira de Infectologia e do decreto do Governo do Estado e visam a mitigação da doença  em face dos elevados riscos à saúde pública. 

 

0
0
0
s2sdefault

Suspensão das aulas em todas as escolas de Goiás 'não é opcional', diz secretário de saúde

Secretário de saúde, Ismael Alexandrino (Foto: Wildes Oliveira)

A suspensão das aulas em todas as escolas públicas e privadas de Goiás, incluindo o ensino superior é obrigatória. "Não é opcional, flexibilizamos a adaptação por dois dias. Quem optar por não seguir, medidas severas serão adotadas com a finalidade de evitar e diminuir a transmissão do vírus", disse o secretário estadual de saúde em entrevista ao jornal O Popular na manhã dessa segunda-feira (16).

A nota emitida na tarde desse domingo (15) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) suspendeu as aulas em todos os níveis de ensino por 15 dias, antecipando as férias escolares, como medida protetiva à pandemia do novo coronavírus - covid-19.

Universitários da área de saúde

A nota trouxe uma exceção: os universitários da área de sáude (medicina, enfermagem, farmácia, psicologia e fisioterapia) continuarão a terem aulas e foi solicitado pelo Governo de Goiás que os mesmos tenham disciplinas alinhadas aos protocolos do Ministério da Saúde e SES-GO, sobre tudo que tenha a ver com o novo Coronavírus. 

A ideia contida na nota técnica, é que esses graduandos podem ser convocados pelo Poder Público, caso seja necessário, para atuarem nas unidades de saúde, no combate à pandemia e outras implicações ao sistema de sáúde relacionadas à COVID-19.

 

0
0
0
s2sdefault

Nova medida determinará fechamento de bares, restaurantes e academias no Estado

Bares, restaurantes e academias devem fechar as portas como medida protetiva contra o novo coronavírus.

A Secretaria Estadual de Saúde de Goiás deve publicar uma nova nota técnica nesta terça-feira (17), determinando o  fechamento de academias, feiras, bares, restaurantes, clubes e shoppings em Goiás.

A ação é mais uma medida para conter a disseminação do novo coronavírus em Goiás. 

O comércio também poderá parar a partir de quinta-feira (19).

A Secretaria de Saúde estima que Goiás deve registrar 100 pessoas em nível crítico. A estimativa considera pacientes que dependerão de cuidados intensivos, com ventilação mecânica, pelos próximos 90 ou 120 dias. "Esse cenário é dinâmico, pode modificar", alertou o secretário de estado da saúde, Ismael Alexandrino em entrevista coletiva à imprensa. 

Até o momento, o Estado contabiliza quatro pessoas que contraíram o novo coronavírus, sendo três mulheres e um homem. "Os quatro estão clinicamente bem e em quarentena domiciliar", disse Ismael. No Brasil, o número já chega a 200.
 
O secretário destacou que Goiás possui uma base de atendimento pronta para receber os pacientes com casos mais graves, que é o Hospital do Servidor Público de Goiás. A partir de um decreto publicado na semana passada, o governador Ronaldo Caiado definiu a unidade de saúde como Hospital de Campanha. A estrutura, que conta com 222 leitos, só será utilizada para atender casos de contaminação por Covid-19. 
 
Com informações dos jornais A Redação e O Popular.
0
0
0
s2sdefault

CBF suspende competições nacionais a partir de segunda por conta de pandemia do coronavírus

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu suspender, a partir desta segunda-feira, dia 16/3, por prazo indeterminado, as competições nacionais sob sua coordenação que estão em andamento: Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20.

- Sabemos e assumimos a responsabilidade do futebol na luta contra a expansão da COVID-19 no Brasil - afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

 
0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados