MP-GO solicita interrupção de vacinação das forças de segurança

Policial Civil é vacinado contra Covid-19. (Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás)Policial Civil é vacinado contra Covid-19. (Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás)

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) interpôs nesta segunda-feira (5/4), no Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), agravo de instrumento (recurso) para que sejam imediatamente interrompidas as ações de vacinação dos profissionais das forças de segurança pública e de salvamento no Estado de Goiás, até que sobrevenha a devida remessa das doses destinadas àqueles que se encontram no grupo elegível para vacinação.

“De forma expressa, o Ministério da Saúde preconizou que aqueles que não estão envolvidos com atividades de combate à Covid-19 deverão ser imunizados em conformidade com os critérios já estabelecidos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19”, diz o documento.

 (Texto: Cristina Rosa/Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

0
0
0
s2sdefault

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados