Com previsão de geração de 7000 empregos, Mineração Serra Verde já pode iniciar indústria em Minaçu

A Mineração Serra Verde obteve uma importante conquista para avançar em seu projeto de terras raras em Minaçu (GO). A empresa recebeu a Licença de Instalação (LI), que permite o início da construção da mina, podendo tornar-se o primeiro empreendimento de classe mundial para a produção desses minerais no Brasil.

As obras de construção do projeto estão previstas para começar no segundo semestre deste ano e irão gerar, na fase de construção, até 1,6 mil empregos diretos e de 4 a 5 mil indiretos. O início da operação deverá ocorrer entre o final de 2021 e o início de 2022, gerando cerca de 400 empregos diretos e até 1,5 mil indiretos, com vida útil estimada em 24 anos. Até o momento, já foram investidos cerca de R$ 800 milhões no projeto.

A futura mina terá capacidade para produzir 7 mil toneladas por ano de concentrado de terra raras, equivalentes a cerca de 5% da demanda mundial.

As terras raras são um conjunto de 17 elementos da tabela periódica, produzidas e consumidas majoritariamente na China. Altamente estratégicos, são largamente utilizados como insumos para indústrias de alta tecnologia com foco em energia limpa e telemobilidade.

Após a conclusão da segunda etapa do licenciamento ambiental, a empresa está empenhada na preparação dos processos de licitações para a contratação das empresas que deverão executar as obras de construção e instalação do projeto.

Com informaçoes do portal www.conexãomineral.com.br

 

0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados