Coronavírus: Governo dará auxílio para quem ganha até 2 salários mínimos e poderá ter salários e jornadas reduzidas

O Ministério da Economia anunciou na tarde desta quinta-feira, 19, que vai garantir aos trabalhadores que tiverem jornada de trabalho ou salário reduzidos em função dos impactos da pandemia de coronavírus um adiantamento de 25% do que teriam direito mensalmente caso solicitassem o seguro desemprego.

A regra é apenas para quem ganha até dois salários mínimos e vale por três meses.

O valor do benefício cheio seria de R$ 1.045 (salário mínimo) até R$ 1.524,89. O colaborador receberá então 25% desse valor, o que dará durante três meses uma compensação do governo federal de R$ 261,25 a R$ 381,22

“Nossa ideia é fazer com que empresa e funcionário entrem em acordo em prol da manutenção do emprego, do negócio e da produção na economia. São três meses pelos quais passaremos por dificuldades”, diz Bruno Bianco, secretário especial de Previdência e Trabalho, em coletiva de imprensa.

Vale ressaltar que a medida ainda depende de aprovação do Congresso e deve ser enviada em dois dias por meio de Medida Provisória, segundo o secretário.

 

0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados