Autoajuda domina lista de livros mais vendidos no Brasil

São Paulo - "A Sutil Arte de Ligar o F*da-se", obra de Mark Manson publicada no País pela Intrínseca em 2017, foi o livro mais vendido no Brasil em 2018 e, de novo, em 2019. Manson, que tem 35 anos, é americano, blogueiro, consultor de desenvolvimento pessoal e autor best-seller de obras de autoajuda - depois ele lançou "F*deu Geral: Um Livro Sobre Esperança?" -, foi um dos destaques da Bienal do Livro do Rio de Janeiro no ano passado e sua vinda ao Brasil pode ter ajudado a impulsionar as vendas.

Na lista de livros mais vendidos, feita pela Nielsen e divulgada com exclusividade para o jornal O Estado de S. Paulo, só há livros de autoajuda - pessoal e financeira. Nenhuma obra de ficção. Dos 15 livros mais vendidos, 9 já apareceram no ranking (de 21 livros) de 2018. E apenas um deles foi publicado em 2019: "Brincando com Luccas Neto".

Isso é um sinal de que o mercado editorial, em crise nos últimos anos e que está sentindo os efeitos da diminuição dos pontos de venda e da falta de pagamento por parte de algumas livrarias, não está conseguindo, do seu lado, descobrir ou criar nenhum fenômeno editorial.

Os brasileiros Paulo Vieira, coach, e Luccas Neto, youtuber, são os autores com mais livros entre os best-sellers: dois, cada um. Eles também estavam na lista de 2018. Apenas duas mulheres aparecem no ranking este ano: a brasileira Nathalia Arcuri, com "Me Poupe!", e a americana Carol S. Dweck, autora de "Mindset". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

BEST-SELLERS
1º A Sutil Arte De Ligar O F*da-Se, Mark Manson
2º Milagre da Manhã, H. Elrod
3º Do Mil Ao Milhão, T. Nigro
4º Seja Foda!, Caio Carneiro
5º Brincando com Luccas Neto, Luccas Neto
6º As Aventuras na Netoland, Luccas Neto
7º O Poder da Autorresponsabilidade, Paulo Viera
8º Os Segredos da Mente Milionária, T. Harv Eker
9º Me Poupe!, Nathalia Arcuri
10º O Poder da Ação, Paulo Vieira
11º Pai Rico, Pai Pobre, R. Kiyosaki
12º Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Dale Carnegie
13º Mindset, Carol S. Dweck
14º O Poder do Hábito, Charles Duhigg
15º Mais Esperto Que o Diabo, Napoleon Hill

(Agência Estado)

0
0
0
s2sdefault
© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados