“A função do governo é apoiar quem precisa”, afirmou Gracinha Caiado no lançamento do Agro é Social

A presidente do Grupo Técnico Social de Goiás, primeira-dama Gracinha Caiado participou na última terça-feira, dia 05, do lançamento do Agro é Social, novo projeto do Governo de Goiás, que tem foco na agricultura familiar. Planaltina de Goiás, localizada na Região Integrada de Desenvolvimento Social do Distrito Federal e Entorno (Ride), foi o município que sediou o evento, que contou com a presença do presidente da Emater, Pedro Leonardo de Paula Rezende, e do secretário Antônio Carlos de Souza Lima Neto (Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

“Faço questão de ver de perto a mudança que o governo de Caiado tem promovido na vida das pessoas. Meu papel como primeira-dama e presidente do Grupo Técnico Social é melhorar a vida destas pessoas, que foram escolhidas de acordo com o resultado do Índice Multidimensional de Carência das Famílias”, ressaltou Gracinha, que completou: “Quero ser convidada para colheita!”.

 

Coordenado pela Emater, com apoio da Seapa, o Agro é Social irá cuidar de toda a cadeia produtiva de agricultores em situação de vulnerabilidade, auxiliando com capacitação, acompanhamento técnico, insumos, acesso a credito e regularização de documentos.

O objetivo do Agro é Social é dar à população mais vulnerável, que está também no campo, ferramentas para plantar, colher e gerir a produção de forma autônoma e independente. Na primeira fase, 1.869 famílias serão contempladas pelo programa. A expectativa é conseguir atender a todas as famílias de agricultores identificadas nos riscos quatro e cinco do IMCF.

A partir do direcionamento de dados gerados pelo Grupo Técnico Social de Goiás, a Emater irá in loco acompanhar a produção do agricultor. Uma parte do processo produtivo importante é a venda do produto, por isso, o cooperativismo, a montagem de feiras e a participação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) também serão trabalhadas com essas pessoas.

Inicialmente, 30 toneladas de sementes de milho e feijão, oferecida pela Conab, serão distribuídas nos escritórios da Emater para os agricultores que tiverem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e morarem na Ride. Os produtores que receberem essas sementes e estiverem no Cadastro Único terão apoio do novo programa.

Fonte / Foto: Secom - Governo de Goiás

0
0
0
s2sdefault
© 2019 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados