Pausa de 3 parcelas no financiamento imobiliário da Caixa está autorizado

Quem tem um financiamento de imóvel com a Caixa Econômica Federal pode pedir uma pausa emergencial no pagamento de três prestações.

A possibilidade faz parte das medidas anunciadas para conter os efeitos do coronavírus na economia.

Segundo a Caixa, é possível fazer o pedido por aplicativo ou pelo telefone.

Todos os empréstimos de pessoa física poderão ter as prestações pausadas?

Apenas nas modalidades de: CDC, Crédito Pessoal, Crédito Consignado, Financiamento Habitacional e Crédito Imóvel Próprio poderão ter as prestações pausadas..

​Como funciona a pausa no crédito imobiliário?

Tanto o Financiamento Habitacional (SBPE, FGTS e FGTS MCMV), quanto Crédito Imóvel Próprio (CIP), podem ter até 3 prestações pausadas. Para o CIP o cliente tem que ter pago no mínimo 11 prestações desde a contratação.
Para solicitar baixa acessar o Aplicativo Habitação CAIXA ou ligar 3004-1105 e 0800 726 0505, opção 7.
Mas atenção: tem direito ao benefício os contratos que estão em dia ou com no máximo duas prestações atrasadas e os clientes que não estejam em uso do FGTS para pagamento das parcelas.

​Como solicitar a pausa das parcelas referentes a crédito imobiliário?

Para solicitar basta acessar o Aplicativo Habitação CAIXA ou ligar 3004-1105 e 0800 726 0505, opção 7.

​Quem já solicitou duas pausas nas prestações, agora pode solicitar a terceira?

Todos os clientes que solicitaram a pausa emergencial, que no primeiro momento contemplava 2 prestações, terão a pausa ampliada para 3 prestações. Todos receberão um SMS confirmando a mudança, não sendo necessário efetuar novo pedido.

​A partir de quando vale a pausa?

Seu pedido vale a partir da sua solicitação, se dentro dos requisitos, então não se preocupe se a prestação estiver chegando e o pedido não foi atendido ainda, quando for processado ele valerá para a data do pedido!

​Já fiz meu pedido de pausa, mas não recebi o SMS, o que fazer?

Agora é só aguardar! Nosso prazo é de até 3 (três) dias, mas devido ao alto volume de acionamentos o envio do SMS pode atrasar.
Com o pedido feito sua solicitação vai ser processada e concedida de acordo com as regras da pausa que estão dispostas no APP e aparecem logo antes do pedido.

Posso solicitar a pausa mesmo que meu financiamento habitacional esteja com atraso?

Só tem direito ao benefício os contratos que estão em dia ou com no máximo duas prestações atrasadas. Se você tem 3 ou mais parcelas em atraso, faça uma renegociação pelos telefones 3004 1105 (capitais) ou 0800 726 0505, opção 7.

Fonte: caixa

0
0
0
s2sdefault

Goianésia: Renato de Castro e CDL querem reabrir comércio, mas esbarram na resistência de Caiado

Prefeitura e CDL viram suas intenções frustradas com a prorrogação do decreto pelo governador Ronaldo Caiado.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), prolongou a validade do decreto com restrições da quarentena resultante da pandemia do novo coronavírus para o próximo dia 19 de abril. A decisão anterior venceria no sábado (04/04), mas o titular do Palácio das Esmeraldas estendeu as restrições em todo o estado por mais 15 dias.

No decreto publicado na tarde desta sexta-feira (03/04), Caiado decidiu flexibilizar alguns setores da economia.

Ele liberou  o funcionamento para:

1 - Borracharias, oficinas, restaurantes e lanchonetes instalados em postos de combustíveis, desde que localizados nas beiras das rodovias;

2 - Lojas de autopeças;
 
3 - Estabelecimentos que estejam produzindo exclusivamente equipamentos e insumos para auxílio no combate à pandemia da Covid-19
 
4 - Escritórios de profissionais liberais também podem reabrir, desde que não haja contato presencial com o público.

5 - Feiras livres de hortifrutigranjeiros, levando-se em conta que medidas de segurança sejam cumpridas e sem funcionamento de restaurantes e praças de alimentação. O consumo no local também permanece proibido.

6 - Atividades administrativas internas das instituições de ensino públicas e privadas também foram liberadas.

A resistência do governador Caiado dificulta a ação dos prefeitos,  que sofrem muita pressão da classe comercial das cidades para reabertura do comércio local, já bastante sacrificado. 

Confira aqui no OpiniãoTV, o que pensa o prefeito Renato de Castro  e o presidente da CDL, João Mário, sobre esse difícil momento por qual passa  o Brasil, especificamente em relação à Goianésia. 

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault

Goiás tem 103 casos confirmados de Coronavírus

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou nesse sábado (4) que há 103 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) confirmados em Goiás por critério laboratorial.
 
Destes, há dois óbitos confirmados. No Estado, há 2.138 casos suspeitos em investigação. Outros 1.105 já foram descartados.
 
Em Goianésia já são 29 casos notificados, com 2 confirmações. 
 
 
0
0
0
s2sdefault

Reunião remota da Secretaria do Meio Ambiente trata ações sobre lincenciamento ambiental

Equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente se reuniu por videoconferência para discutirem sobre a nova lei de licenciamento ambiental.

O departamento de licenciamento e fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente se reuniu de forma remota nesta quinta-feira (02).

A pauta da reunião contemplou discussões sobre medidas que estão sendo tomadas para a retomada do licenciamento ambiental no Município,

Houve também a análise do Decreto de Regulamentação da Lei nº 20.694/2019, que trata do novo licenciamento ambiental do Estado de Goiás a fim de oferecer contribuições e sugestões dentro da consulta pública estabelecida pela SEMAD.

0
0
0
s2sdefault

Ministério da Economia lança página para apoiar o setor produtivo

O Ministério da Economia lançou, na última sexta-feira, (3), o programa de medidas de apoio ao setor produtivo do país, "Vamos Vencer".

A iniciativa faz parte da campanha #TodosporTodos, que visa cambater à crise causada pela epidemia de coronavírus que assola o Brasil. 

O programa conta com a liberação de R$ 5 bilhões em recursos do FAT para expansão de crédito à produção, a suspensão do pagamento de amortizações de empréstimos do BNDES para empresas de médio e grande porte e expansão de crédito para empresas de tecnologia financeira. 

No site vamosvencer.org, empresários de pequeno, médio e grande porte poderão encontrar medidas de auxílio desenhadas para cada perfil.

 

0
0
0
s2sdefault

COVID-19: 7.910 casos e 299 mortes no Brasil

(FOTO: REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL)
Brasília - O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no país subiu de 6.836 para 7.910 entre ontem (1º) e hoje (2), conforme atualização do Ministério da Saúde.
 
O número de mortes passou de 240 para 299. O índice de letalidade subiu de 3,5% para 3,8%.
 
As mortes ocorreram em São Paulo (188), Rio de Janeiro (41), Ceará (20), Pernambuco (9), Piauí (4), Rio Grande do Sul (5), Paraná (4), Amazonas (3), Distrito Federal (4), Minas Gerais (4), Bahia (3), Santa Catarina (2), Rio Grande do Norte (2), Sergipe (2), Alagoas (1), Maranhão (1), Mato Grosso do Sul (1), Pará (1), Espírito Santo (1), Goiás (1), Paraíba (1) e Rondônia (1).  
0
0
0
s2sdefault

Page 1 of 411

© 2020 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados