Entenda como será a 1ª fase da imunização contra o COVID-19 em Goiás

Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
A corrida da vacinação contra a covid-19 foi iniciada em Goiás. O Estado recebeu nesta segunda-feira (18/1) 183 mil doses da Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac e Instituto Butantan. Segundo o governador Ronaldo Caiado,  a primeira pessoa a receber a vacina em Goiás será de Anápolis, ainda hoje, como forma de retribuir aos anapolinos pelo recebimento das pessoas repatriadas de Wuhan, na China, ainda no início da pandemia da covid-19.  

“A carga recebida [de vacinas] irá para a câmara fria da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) e será feita uma distribuição equitativa para as demais regionais”, explicou o governador durante coletiva de imprensa no Hangar do Estado nesta segunda. O chefe do Executivo assegurou que a vacinação começará ainda hoje nos municípios goianos, com previsão de início para as 17h na cidade de Anápolis. 

“Neste momento, temos que cumprir as regras do Ministério da Saúde”, frisou Ronaldo Caiado. A afirmação foi dada ao ser perguntado sobre quais grupos serão prioritários nesta primeira etapa da imunização. Conforme informou o governador, a indicação é para que idosos e pessoas com deficiência que estejam em instituições de longa permanência (abrigos e asilos) sejam priorizadas.

Além destas, serão vacinados nesta remessa povos indígenas aldeados, que são pouco mais de 300 pessoas, e profissionais que estejam na linha de frente do combate à covid-19. De acordo com o secretário Ismael Alexandrino, as pessoas da linha de frente serão imunizadas por ordem de chegada e não precisam necessariamente ser profissionais de saúde. 

 Segundo o governo estadual, os imunizados precisarão de duas doses da Coronavac. O intervalo entre as doses deve ser de 21 dias, em média. Depois disso, também segundo o governo, precisarão esperar 45 dias após a aplicação da segunda dose para saber se o IgG foi ativado com sucesso, ou seja, se a imunização foi, de fato, efetivada. 
 
0
0
0
s2sdefault

Caiado inaugura Policlínica Regional de Goianésia nesta terça

policlinica de goianesiapoliclinica de goianesia

O governador Ronaldo Caiado inaugura, nesta terça-feira, 12, às 08h00, a Policlínica Regional de Goianésia. Planejada para ser referência em atendimento médico, a unidade oferece consultas em 18 especialidades e realiza mais de 20 tipos de exames. A capacidade é para realizar sete mil consultas mensais. O investimento para a construção foi de R$ 9,4 milhões, oriundos do Tesouro Estadual.

O local está equipado para realizar pequenas cirurgias e tratamentos com psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde. A área construída é de 3.775 metros quadrados e conta com recepção, salas de espera, consultórios, salas de exames, posto de coleta do laboratório, farmácia, posto de enfermagem, central de esterilização de material, além de espaço administrativo.

O serviço de saúde a ser inaugurado abrange 60 municípios da região do Vale do São Patrício e disponibilizará a Carreta de Prevenção ao Câncer, que percorrerá os municípios vizinhos para desenvolver ações de prevenção do câncer de mama e de colo do útero.

Esta é a segunda policlínica que entrará em operação na gestão de Caiado, a primeira foi implantada em 2020, no município de Posse, no Nordeste goiano. Com trabalho direcionado para consolidar a regionalização no atendimento de saúde, outras unidades estão em construção nos municípios de Quirinópolis, Formosa, cidade de Goiás e São Luís de Montes Belos.

0
0
0
s2sdefault

Meio ambiente de Goianésia alerta em relação aos cuidados com barragens

RepresaRepresa

Nos próximos dias deverá ocorrer uma intensificação do período chuvoso, e com isso a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Goianésia alerta os produtores rurais e possuidores de barragens em suas propriedades para os riscos à segurança do meio ambiente e da população, ressaltando um risco maior daqueles que estão abaixo da área de vazão dos reservatórios.

É importante que todos os proprietários de barragens estejam sempre de prontidão para comunicar possíveis emergências às Defesas Civis Municipais da região onde se encontram, ou ao Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO). É de suma importância que haja uma rede de comunicação com os vizinhos e comunidades residenciais em um raio de 10 quilômetros abaixo da barragem.

Vale ressaltar que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente intensificará a fiscalização e o monitoramento nos reservatórios locais nesse período em que as chuvas se intensificarão.

Abaixo a Secretaria de Meio Ambiente faz uma serie de recomendações, sendo de suma importância segui-las.

Recomendações

Verificação da quantidade de água presente no reservatório, que não deve estar totalmente cheio nesse período. O nível da barragem deve possuir uma borda livre de, pelo menos, um metro.

Verificar a existência de trincas ou rachaduras e infiltrações nas ombreiras, crista e taludes. Caso exista algum desses problemas, deve-se reduzir ainda mais o volume acumulado no reservatório para reduzir a pressão exercida pela quantidade de água. Importante lembrar que a redução do nível da água não deve ser de mais de 15 cm por dia, para evitar escorregamentos dos taludes.

É importante deixar descargas de fundo escoando livremente para que a barragem possa receber a água da chuva sem problemas. E desobstruir os extravasores, retirando lixo, vegetação ou qualquer material presente que possa impedir o livre fluxo da água.

Por fim, como medida de prevenção a acidentes de grandes proporções envolvendo a falta de manutenção das barragens, alerta para que não sejam removidas árvores nos taludes ou ombreiras no período de chuvas, para não causar instabilidade na estrutura. Tal procedimento só deve ser realizado no período de seca.

 

Em caso de emergência:

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Goianésia orienta a todos os proprietários de barragens que estejam sempre em prontidão para comunicar possíveis emergências:

  • SEMMASU- Goianésia (Telefone 62- 3935-1019).
          
     • Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (Telefone – 193).
          
     • Constituir uma rede de comunicação com os vizinhos e comunidades residenciais em um raio de 10 quilômetros abaixo da barragem.

FONTE: Site SEMAD/com adaptações

 

0
0
0
s2sdefault

Goianésia: Prefeito Leonardo Menezes reúne comitê de combate à Covid para discutir volta às aulas.

Escola Judith Leite é umas das escolas da rede municipal de ensino de Goianésia. Escola Judith Leite é umas das escolas da rede municipal de ensino de Goianésia.

O prefeito de Goianésia Leonardo Menezes (DEM) vai se reunir hoje pela manhã com o comitê de combate à Covid em Goianésia. 

A pauta é o possível retorno das aulas na rede municipal. Como todas as decisões referente ao tratamento da pandemia passam pela decisão do colegiado criado especialmente para este fim, Leozão quer ouvir as opiniões sobre o assunto. 

Na rede estadual, de acordo com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-GO), o retorno está marcado para o próximo 18 de janeiro (professores) e 25 (alunos). As aulas devem começar seguindo um rodízio entre os alunos para obedecer à capacidade de 30%, prevista pelas autoridades de saúde do Estado.

A rede municipal poderá seguir a mesma orientação. 

 
0
0
0
s2sdefault

COVID-19: Vacinação pode ser definido em reunião na terça-feira (12/1)

(FOTO: MARCELLO CASAL JR / AGÊNCIA BRASIL)(FOTO: MARCELLO CASAL JR / AGÊNCIA BRASIL)

Brasília - Governadores esperam definir um cronograma de vacinação contra a covid-19 em uma reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na terça-feira (12/1). O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou que os Estados vão pedir ao governo federal que a campanha inicie em uma mesma data nos 26 Estados e no Distrito Federal.

"Estou esperançoso que vamos sair desta agenda com uma data para iniciar a vacinação nas 27 Unidades da Federação, dependendo da liberação da Anvisa, de 22 a 27 de janeiro", disse Dias, que coordena a articulação do Fórum Nacional dos Governadores na covid-19.

Na semana passada, o ministério informou que a vacinação será simultânea em todo o País. Isso significa que cada unidade da federação receberá um porcentual de doses compatível com o tamanho da população. Durante a reunião com Pazuello, os governadores devem pedir para incluir equipes na rede pública de atendimento e orientar a população sobre possíveis efeitos colaterais da vacina.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) avalia autorizar o uso emergencial de imunizantes, o que garante o início da campanha em grupos prioritários antes do fim dos estudos. A agência começou a analisar o pedido feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para o produto desenvolvido pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. Por outro lado, a Anvisa informou que não recebeu todos os documentos necessários do Instituto Butantã para analisar a Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o instituto paulista.

0
0
0
s2sdefault

IFG também oferta cursos técnicos para quem já terminou o Ensino Médio

..

O Instituto Federal de Goiás (IFG) está com inscrições abertas para cursos técnicos subsequentes ao ensino médio em dois de seus câmpus: Goiânia e Jataí. Esta seleção é uma oportunidade para quem já concluiu o ensino médio e quer fazer complementação dos seus estudos com um curso profissionalizante. Os cursos técnicos ofertados que fazem parte deste processo seletivo são: técnico em Agrimensura, em Eletrotécnica, em Mecânica e em Mineração. As inscrições devem ser feitas pela internet e podem ser realizadas até o dia 31 de janeiro.

Com ingresso no primeiro semestre de 2021, os cursos técnicos subsequentes ao ensino médio destinam-se a quem já concluiu o nível médio de ensino e busca um curso profissionalizante. Esses cursos têm duração de 2 anos e são ofertados no período noturno. Uma novidade desta seleção é que não haverá provas: os candidatos serão selecionados por sorteio.

 Neste processo seletivo, foram disponibilizadas 153 vagas: 123 para o Câmpus Goiânia; e 30 para o Câmpus Jataí. Confira o quadro de vagas: 

CÂMPUS

CURSOS

TURNO

VAGAS

DURAÇÃO

Goiânia

Técnico em Agrimensura

Noturno

30

2 anos

Técnico em Eletrotécnica

Noturno

30

2 anos

Técnico em Mecânica

Noturno

30

2 anos

Técnico em Mineração

Noturno

33

2 anos

Jataí

Técnico em Agrimensura

Noturno

30

2 anos

Inscrições e Sorteio

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, na página Estude no IFG (seleções em andamento -- técnico subsequente). Podem se inscrever os candidatos que tenham concluído o ensino médio ou que estejam cursando o último ano e, em caso de aprovação, possam comprovar documentalmente a conclusão do nível médio de ensino. A comprovação da conclusão deverá ser feita com a apresentação do certificado de conclusão e do histórico escolar ou com a declaração de conclusão do ensino médio, acompanhada do histórico escolar. Os candidatos que não atenderem às exigências de escolaridade, ainda que aprovados, não terão direito à matrícula.

Para se inscrever, é preciso preencher o requerimento e o questionário socioeconômico, ambos disponíveis //selecao.ifg.edu.br/inscricao/?cod=1688@1887" style="list-style: none; vertical-align: baseline; margin: 0px; padding: 0px; color: rgb(44, 103, 205); text-decoration: none; outline: none medium;">na página de inscrição. O candidato também deve optar por participar do processo seletivo pelo Sistema Universal ou pela Reserva de Vagas (Lei 12.711/2012). No que diz respeito às cotas, o IFG reserva 50% das vagas para estudantes oriundos de escola pública. Também são contemplados estudantes que se autodeclaram pretos, pardos e indígenas e pessoas portadoras de deficiência.

Antes de se inscrever para participar do sorteio, o candidato pode assistir a um vídeo informativo sobre os cursos técnicos subsequentes do IFG e esclarecer algumas dúvidas sobre a modalidade dos cursos. Clique aqui e acesse.

0
0
0
s2sdefault

Page 1 of 442

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados