Ipasgo retoma atendimento integral a usuários

..

Instituto de Assistência dos Servidores Públicos de Goiás (Ipasgo) anunciou a retomada do atendimento integral aos usuários do plano de saúde. O comunicado foi feito na quarta-feira (22), 16 dias após corte de 50% nas cotas de atendimentos eletivos. Decisão contempla exames, consultas e cirurgias eletivas.

A retomada dos atendimentos foi discutida em reunião entre o presidente interino do plano assistencial, Ismael Alexandrino, e o Conselho Deliberativo do Ipasgo (CDI). A medida ocorre após o governador Ronaldo Caiado (DEM) determinar auditoria em todas as faturas apresentadas pela rede credenciada.

Os cortes de 50% nos atendimentos foram anunciados no dia 6 de setembro. Três dias depois, associações e sindicatos de hospitais e laboratórios de Goiás publicaram nota em que afirmavam que a medida comprometeria a assistência de mais de 600 mil usuários.

0
0
0
s2sdefault

Goiás tem o etanol mais caro dos últimos 12 anos

..

Goiás tem o valor do litro de etanol mais caro dos últimos 12 anos. O preço do biocombustível está saindo da indústria a R$ 2,91 e chega ao consumidor final a uma média de R$ 4,71 por litro. O estado está no período de safra de cana de açúcar, mas as altas históricas no valor do combustível ocorrem no período de entressafra. Ou seja: o preço na bomba deve aumentar ainda mais.

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol de Goiás (Sifaeg), André Rocha, a moagem da cana está acelerada e muitas usinas terão que parar a produção no mês de outubro se a demanda pelo biocombustível continuar alta. Pode faltar o produto ou ocorrer a elevação de preço nas bombas.

Goiás é o segundo maior produtor de cana do Brasil. De acordo com estimativa da Federação de Agricultura de Goiás (Faeg), o estado deve produzir 4,7 bilhões de litros do biocombustível. Deste total, 30% é distribuído em Goiás e o restante ajuda no abastecimento de outros estados.

0
0
0
s2sdefault

Eleições 2022: Pesquisa IPEC aponta Lula com 48% e ganharia a disputa eleitoral no 1º turno

(crédito: Arisson Marinho/AFP e John Minchillo/Pool/AFP)(crédito: Arisson Marinho/AFP e John Minchillo/Pool/AFP)

Brasil (Metrópoles) - Mantendo-se na dianteira da corrida pela Presidência da República em 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) levaria a disputa já no primeiro turno, se as eleições fossem hoje, com 48% dos votos. É o que indica pesquisa realizada pela Inteligência em Pesquisa e Consultoria - Ipec - e divulgada nesta quarta-feira, 22.

O levantamento mostra o petista com 25 pontos percentuais à frente de seu principal adversário, o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que, segundo o Ipec, aparece com 23% das intenções de voto dos brasileiros.

Veja:
- Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 48%
- Jair Bolsonaro (sem partido): 23%
- Ciro Gomes (PDT): 8%
- João Doria (PSDB): 3%
- Luiz Henrique Mandetta (DEM): 3%
- Brancos / Nulos: 10%
- Não sabem / Não responderam: 4%

Em relação à pesquisa anterior, de junho, Lula mantém 11 pontos percentuais a mais do que a soma de todos os seus possíveis adversários, o que o levaria a vencer no 1º turno.

Lula também liquidaria a fatura no primeiro turno se outro arquiinimigo seu, o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça de Bolsonaro Sergio Moro, estivesse na disputa. O algoz do petista teria 5% dos votos, atrás de Bolsonaro (22%) e Ciro Gomes (8%).

Confira:
- Lula: 45%
- Bolsonaro: 22%
- Ciro Gomes: 6%
- Sergio Moro: 5%
- Datena: 3%
- João Doria: 2%
- Mandetta: 1%
- Rodrigo Pacheco: 1%
- Alessandro Vieira: 0%
- Simone Tebet: 0%
- Brancos/nulos: 9%
- Não sabe/não respondeu: 5%

Neste cenário, Lula estaria no limite da margem de erro para vencer já no primeiro turno se as eleições fossem hoje.

Metodologia
O levantamento do Ipec foi feito de 16 a 20 de setembro e ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de 2 pontos para mais e para menos. O nível de confiança é de 95%.

O Ipec foi criado por ex-executivos do Ibope Inteligência após o seu encerramento. O novo instituto de pesquisa atua na área de consultoria e inteligência em pesquisas de mercado, opinião pública e política.

0
0
0
s2sdefault

Realizado o primeiro Campeonato de Futsal da Comunidade Surda em Goianésia

..

A Prefeitura de Goianésia por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Família e Direitos Humanos, juntamente com a Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer, promoveu na tarde deste sábado, 18 de setembro, o Primeiro Campeonato de Futsal da Comunidade Surda. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes Jayme Fernandes e contou com a participação de surdos e ouvintes, além de diversas autoridades que prestigiaram o momento de valorização da comunidade surda e de inclusão.

..

A primeira-dama Eloá Menezes explicou que o campeonato é um mecanismo para chamar atenção da população para a causa da comunidade surda, bem como a sua valorização: “Durante todo este mês a Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos celebra o Setembro Azul, que aqui em Goianésia denominamos de ‘Setembro Surdo’ justamente para fazer deste mês um momento de valorização daqueles que antes não eram assistidos e que agora ganharam mais qualidade de vida, como, por exemplo, com a criação da Central de Apoio ao Surdo (CAS)”, salientou.

Com informações da Ascom da Prefeitura de Goianésia

PHOTO 2021 09 18 18 22 15PHOTO 2021 09 18 18 22 15

0
0
0
s2sdefault

Defesa Civil alerta para riscos de raios, chuvas intensas e vendavais em Goiás nesta semana

..

A Defesa Civil de Goiás emitiu nesta terça-feira, 21, um alerta de risco para raios, chuvas intensas e vendavais em Goiás entre o meio dia desta quarta-feira, 22, e 12 horas de quinta-feira, 2). À CBN Goiânia, a chefe regional do Instituto Nacional de Meteorologia - Inmet, Elizabeth Alves, explicou que isso seria reflexo da frente fria oriunda do Sul do Brasil que está se deslocando e deve refletir antes do previsto em Goiás.

Por volta de 10h20, o Inmet publicou um aviso colocando Goianésia em alerta vermelho devido a umidade relativa do ar estar abaixo de 12%.

0
0
0
s2sdefault

Preço da gasolina sobe pela 6ª semana consecutiva em Goiás

postoposto

preço da gasolina por litro aumentou pela sexta semana consecutiva em Goiás. Enquanto o preço médio era de R$ 6,21 nos postos de combustíveis do estado na primeira semana de agosto, esse valor já havia subido para R$ 6,36 no dia 11 de setembro. Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto), o reajuste pode estar ligado ao aumento do tipo de etanol que é misturado à gasolina.

Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que apontou que o aumento foi sentido em nível nacional. Segundo a agência, o preço médio do litro da gasolina subiu de R$ 6,007 na semana retrasada para R$ 6,059 o litro na semana passada. No ranking nacional, Goiás figura na sexta posição entre os estados com os preços médios mais elevados do Brasil.

0
0
0
s2sdefault

Page 1 of 493

css custom

© 2021 Jornal Opinião - Todos os direitos reservados